Grupo espalha ameaças a gays, negros e muçulmanos em Niterói

Notícias
23 de setembro de 2015
por Genilson Coutinho

size_810_16_9_kkk-niteroi

Os pedidos de intervenção militar nas mais recentes manifestações contra o governo no Brasil não são as únicas reações da extrema direita no país.

Em Niterói (RJ), um grupo inspirado na organização americana Klu Klux Klan espalhou cartazes com ameaças a “comunistas, gays, judeus, muçulmanos e negros”.

Segundo o jornal O Globo, os cartazes foram espalhados no centro da cidade, na Praça Juscelino Kubitschek, no último sábado (19).

O grupo, que se intitula ‘Imperial Klans of America Brasil’, diz “estar de olho” e que irá responder com violência em “qualquer ato de agressão em solo brasileiro”.

“United Klans of America Brazil não vai comprar a esta retórica RACIAL que está sendo espalhados por todo o país que se destina apenas a dividir o povo. Nós vamos caçar qualquer um que deseje nosso país e seus cidadãos (sic)”, diz um dos cartazes.

Ainda de segundo  O Globo, essa não é a primeira manifestação de intolerância atribuída a grupos neonazistas em Niterói. Agressões contra um nordestino e um ato de vandalismo contra a sede de um grupo de diversidade foram registrados nos últimos dois anos.

A organização americana United Klans of America é vinculada ao Klu Klux Klan desde os anos 60, época em que era considerada “a mais violenta” facção da KKK nos Estados Unidos.