Grupo americano sugere que outras duas cores sejam adicionadas à bandeira do orgulho LGBT

Comportamento, Social, Tem Direito
16 de junho de 2017
por Genilson Coutinho

O grupo More Color More Pride, propôs em uma campanha, adicionar duas cores extras à bandeira do arco-íris mundialmente conhecida como o símbolo da resistência LGBT. Eles esperam que a tradicional bandeira de seis cores, projetada pelo artista Gilbert Baker, seja alterada e inclua preto e marrom.

A campanha diz: “Em 1978, o artista Gilbert Baker projetou a bandeira original do arco-íris. Um símbolo icônico da unidade LGBTQ+. Tanto tem acontecido desde então. Muitas coisas boas, mas há mais que possamos fazer. Especialmente quando se trata de reconhecer pessoas de cor na comunidade LGBTQ+. Para alimentar esta importante conversa, expandimos as cores da bandeira ao incluir preto e marrom. Pode parecer um pequeno passo. Mas juntos, podemos dar passos maiores ainda rumo a uma comunidade verdadeiramente inclusiva.” O novo design da bandeira foi feito pela Tierney, uma agência de publicidade com sede na Filadélfia.

Sobre a bandeira do arco-íris, que é usada em eventos e protestos do Orgulho LGBTQ ao redor do mundo, Baker (criador da bandeira original) disse, ainda em vida, que cada cor representa algo diferente. “Rosa é para o sexo, vermelho para a vida, laranja para a cura, amarelo para o sol. Verde para a natureza, turquesa para magia, azul para serenidade e roxo para o espírito. Eu gosto de pensar nesses elementos cumuns a cada pessoa; todos compartilham isso.”