Gritos homofóbicos em jogo da seleção brasileira geram nova multa

Notícias
3 de outubro de 2017
por Genilson Coutinho

A Fifa anunciou nesta segunda-feira a aplicação de mais uma multa à CBF por causa da “conduta imprópria” entre os torcedores dos jogos da Seleção. Novamente, cantos homofóbicos. A punição que vem de Zurique é de 10 mil francos suíços (R$ 32,8 mil), por causa do episódio registrado, na ocasião mais recente, na Arena do Grêmio, no jogo contra o Equador, pelas Eliminatórias.

A CBF também levou mais uma advertência no processo disciplinar, que motivado também uma cerimônia não autorizada pela Fifa antes do apito inicial da partida.

Ao todo, a CBF já foi multada quatro vezes nestas Eliminatórias por causa de cantos homofóbicos dos torcedores, emitidos geralmente quando o goleiro adversário cobra tiro de meta. Isso já tirou 90 mil francos suíços (cerca de R$ 296 mil) dos cofres da entidade brasileira.

A CBF fez campanhas para inibir a conduta, mas, assim como contra Colômbia, Bolívia e Paraguai, o fato se repetiu diante dos equatorianos.

A cultura dos cantos homofóbicos é alvo de combate da Fifa, mas tem se espalhado pela América Latina. A Argentina, por exemplo, levou um total de 65 mil francos suíços (R$ 213,6 mil) só pelo comportamento inadequado da torcida nos dois últimos jogos pelas eliminatórias.