Governo do Rio realiza no domingo casamento coletivo com 130 casais de mesmo sexo

Sem categoria
7 de dezembro de 2013
por Genilson Coutinho

O Estado do Rio de Janeiro vai no próximo domingo, 8 de dezembro, garantir um pouco mais de cidadania a casais de mesmo sexo. O governo fluminense realiza a partir das 15h a primeira cerimônia coletiva de casamento civil homoafetivo do Estado do Rio de Janeiro, que vai reunir nada menos do que 130 casais – a maior cerimônia do mundo.

A celebração será realizada no auditório do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro, na capital fluminense, exatamente no Dia da Justiça e da Família. A maior cerimônia coletiva de casamento civil entre pessoas do mesmo sexo do mundo é uma ação conjunta entre o Programa Estadual Rio Sem Homofobia, através da Superintendência de Direitos Individuais, Coletivos e Difusos, da Secretaria de Estado de Assistência Social e Direitos Humanos (SUPERDIR/SEASDH), e o Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro, através do Departamento de Promoção de Sustentabilidade, a Defensoria Pública Geral do Estado do Rio de Janeiro, através do Núcleo de Defesa da Diversidade Sexual e Direitos Homoafetivos (NUDIVERSIS/DPGERJ) e a Associação dos Registradores de Pessoas Naturais do Estado do Rio de Janeiro (ARPEN).

Os casais estarão acompanhados de familiares e amigos e serão presenteados, na abertura da cerimônia, com a performance da atriz e cantora Jane Di Castro,  que interpretará o Hino Nacional. Entre os noivos e noivas, estão casais que há anos buscam o reconhecimento dos seus direitos e agora querem oficializar sua união, como forma de garantir a segurança de suas famílias.

Os casamentos serão celebrados pelas juízas Rachel Chripino e Rachel de Oliveira e na mesa solene estarão presentes Luciana Mota, coordenadora do Nudiversis, a desembargadora do TJ-RJ, Cristina Gaulia e o presidente da ARPEN, Luiz Manuel Carvalho dos Santos. Os casais terão como padrinhos simbólicos o desembargador do TJ-RJ Cláudio Dell’orto, acompanhado de sua esposa. Antes da cerimônia, os casais terão à disposição serviços como maquiagem, penteado e fotografia, oferecidos pelo Programa Rio Sem Homofobia.

O superintendente de Direitos Individuais, Coletivos e Difusos e coordenador do Programa Estadual Rio Sem Homofobia, Cláudio Nascimento, idealizador do projeto, comemora a realização da cerimônia. “É preciso reconhecer que essa conquista nacional nasceu da iniciativa do Governo do Rio de Janeiro, quando em 2008, o governador Sérgio Cabral entrou junto ao Supremo Tribunal Federal com uma arguição por descumprimento de preceito fundamental (ADPF 132) e teve ação julgada procedente em 05 de maio de 2011, igualando os direitos de casais de pessoas do mesmo sexo aos casais heterossexuais.”

Ele lembra ainda que “essa ação gerou como consequências os direitos de conversão da união homoafetiva em casamento civil e a habilitação direta para o casamento entre pessoas do mesmo sexo, regulamentada pelo Conselho Nacional de Justiça, em abril deste ano. Essas conquistas foram históricas para a luta de lésbicas, gays, bissexuais, travestis e transexuais por seus direitos e sua cidadania plena”.

Nascimento destaca  também que “já realizamos três cerimônias coletivas de união estável homoafetivas, onde participaram mais de 200 casais. Agora damos mais um passo para efetivação dos direitos e é por isso que o poder público estadual realiza esta cerimônia coletiva de casamento civil entre pessoas do mesmo sexo, que será a maior do mundo. É uma ação afirmativa para chamar a atenção de todos para as conquistas e os desafios na área dos direitos civis e humanos da comunidade LGBT”.

Após a cerimônia, os recém-casados e alguns convidados poderão comemorar o matrimônio em uma recepção oferecida pelo Governo do Rio, que será realizada no Centro de Convenções da Bolsa de Valores, a partir das 17h30. A festa terá todos os itens de um casamento, como bolo, bem-casados, coquetel, dança dos casais, música ao vivo e discoteca.

Do Mixbrasil