Governo do Rio abre inscrições para a 6ª cerimônia coletiva de casamento homoafetivo

Comportamento, Social
22 de junho de 2015
por Genilson Coutinho
Em dezembro de 2014, 160 casais homoafetivos se casaram no Armazém da Utopia - Divulgação/Wanderson Cruz Leia mais sobre esse assunto em http://oglobo.globo.com/sociedade/estado-do-rio-abre-inscricoes-para-cerimonia-coletiva-de-casamento-homoafetivo-16428960#ixzz3dwE29hfM  © 1996 - 2015. Todos direitos reservados a Infoglobo Comunicação e Participações S.A. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.

Em dezembro de 2014, 160 casais homoafetivos se casaram no Armazém da Utopia – Divulgação/Wanderson Cruz
Leia mais sobre esse assunto em http://oglobo.globo.com/sociedade/estado-do-rio-abre-inscricoes-para-cerimonia-coletiva-de-casamento-homoafetivo-16428960#ixzz3dwE29hfM
© 1996 – 2015. Todos direitos reservados a Infoglobo Comunicação e Participações S.A. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.

O Programa Estadual Rio Sem Homofobia escolheu o Dia dos Namorados para abrir as inscrições para a sua 6ª cerimônia coletiva de casamento homoafetivo, que esse ano deve ser realizada em outubro. No evento realizado em dezembro de 2014 no Armazém da Utopia, na região portuária, 160 casais disseram sim. Esse ano, o programa Rio Sem Homofobia, responsável pela ação, espera receber 200 casais, em local ainda não confirmado.

Os cadastros já podem ser feitos no site www.riosemhomofobia.rj.gov.br ou pelo telefone do Disque Cidadania LGBT (0800 0234567), que funciona 24 horas. Os casais também poderão ir direto a um dos quatro Centros de Cidadania LGBT do Estado, de segunda à sexta, das 9h às 18h, para realizar sua inscrição. Os participantes poderão fazer a união estável, a conversão de união em casamento e a habilitação direta para casamento civil.

“É uma grande satisfação poder realizar anualmente esse grande evento, que já se tornou uma tradição. Essa cerimônia coletiva é uma grande celebração do amor, da igualdade, da diversidade e da cidadania. Todo ano nesse dia, a população LGBT se une para mostrar que nós amamos e que devemos o direito de oficializar nossas uniões garantido, assim como qualquer outro casal”, afirmou o coordenador do programa Rio Sem Homofobia, o superintendente Cláudio Nascimento.

O evento é uma realização do Programa Estadual Rio Sem Homofobia, coordenado pela Superintendência de Direitos Individuais Coletivos e Difusos, da Secretaria de Estado de Assistência Social e Direitos Humanos (SuperDir/SEASDH), em parceria com o Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro (TJ-RJ). A cerimônia deve acontecer em outubro, em local a confirmar.