Globo de Ouro 2016: ‘O Regresso’ é grande vencedor da noite; veja premiados

Cinema, No Circuito
11 de janeiro de 2016
por Genilson Coutinho

Globo de Ouro 2016: ‘O Regresso’ é grande vencedor da noite (Foto: AFP)

Neste domingo, dia 10, aconteceu a cerimônia do Globo de Ouro em Los Angeles. “O Regresso” foi o longa com maior número de estatuetas, conquistando as principais categorias: Melhor diretor para Alejandro G. Iñárritu, melhor ator para Leonardo DiCaprio e melhor filme dramático.

Jennifer Lawrence ganhou seu terceiro Globo de Ouro, desta vez como melhor atriz em filme de comédia ou musical para “Joy: o nome do sucesso”.

E ainda, “Perdido em Marte” conseguiu duas vitórias nas categorias principais. O longa de Ridley Scott levou os prêmios de melhor ator para Matt Damon e melhor filme na categoria comédia ou musical

Ao todo a 20th Century Fox levou seis estatuetas com suas produções.

 Sinopses dos filmes:

Inspirado em eventos reais, O REGRESSO é uma experiência cinematográfica imersiva e visceral, capturando a épica aventura de sobrevivência de um homem e o extraordinário poder do espírito humano. Numa expedição pelas florestas norte-americanas selvagens, o lendário explorador Hugh Glass (Leonardo DiCaprio) é brutalmente atacado por um urso e abandonado à morte pelos companheiros de sua própria equipe de caçadores. Para sobreviver, Glass resiste ao sofrimento inimaginável, bem como a traição de seu confidente John Fitzgerald (Tom Hardy). Guiado por pura força de vontade e amor à sua família, Glass deve enfrentar um inverno cruel e uma busca incessante para sobreviver e encontrar a redenção. O REGRESSO é dirigido e escrito pelo renomado cineasta, ganhador do Oscar® Alejandro González Iñárritu (Birdman, Babel).

O longa tem estreia prevista para 4 de fevereiro.

“JOY: O NOME DO SUCESSO” é uma conturbada história de uma família através de quatro gerações, centrada em uma garota que se torna a fundadora de uma dinastia de negócios e uma matriarca por seu próprio mérito. Traição, a perda da inocência e as cicatrizes do amor pavimentam a estrada nessa comédia intensa, emocional e humana sobre tornar-se um verdadeiro chefe de família e de uma empresa enfrentando um mundo comercial implacável. Aliados se tornam adversários e adversários se tornam aliados, tanto dentro como fora da família, à medida em que a vida interior de Joy e sua feroz imaginação dão-lhe forças para prosseguir na tempestade que enfrenta. Estrelado por Jennifer Lawrence, Robert De Niro, Bradley Cooper, Edgar Ramirez, Isabella Rossellini, Diane Ladd, e Virginia Madsen. Como os filmes anteriores de David O. Russell, JOY – O NOME DO SUCESSO desafia o gênero para contar uma história de família, lealdade e amor.

O filme estreia em 21 de janeiro.

Durante uma missão tripulada para Marte, o astronauta Mark Watney (interpretado por Matt Damon) é considerado morto após uma terrível tempestade, e abandonado por sua equipe. Mas ele sobrevive e fica sozinho no ambiente hostil do planeta. Com pouquíssimos suprimentos, ele tem que usar a inteligência, criatividade e determinação para resistir e encontrar uma maneira de informar a base de operações na Terra de que ele está vivo. A milhões de quilômetros de distância, a NASA e uma equipe internacional de cientistas trabalham incessantemente para trazê-lo de volta para casa, enquanto seus colegas elaboram uma missão de resgate ousada, talvez impossível. Enquanto essa história incrível se desenrola, o mundo todo torce para que Mark seja salvo. Baseado em um livro de sucesso e com direção do mestre Ridley Scott, PERDIDO EM MARTE conta com um elenco estelar: Jessica Chastain, Kristen Wiig, Jeff Daniels, Michael Peña, Kate Mara, Sean Bean, Sebastian Stan, Aksel Hennie, Donald Glover, Mackenzie Davis e Chiwetel Ejiofor.

Veja abaixo a lista completa dos vencedores (em negrito) do Globo de Ouro 2016:

Melhor filme de drama
“Carol”
“Mad Max: Estrada da fúria”
“O Regresso”
“O quarto de Jack”
“Spotlight”

Melhor ator de drama
Bryan Cranston (“Trumbo”)
Leonardo DiCaprio (“O regresso”)
Michael Fassbender (“Steve Jobs”)
Eddie Redmayne (“A garota dinamarquesa”)
Will Smith (“Concussion”)

Melhor atriz de drama
Cate Blanchett (“Carol”)
Brie Larson (“O quarto de Jack”)
Rooney Mara (“Carol”)
Saoirse Ronan (“Brooklyn”)
Alicia Vikander (“A garota dinamarquesa”)

Melhor filme de comédia ou musical
“A grande aposta”
“Joy: O nome do sucesso”
“Perdido em Marte”
“A espiã que sabia de menos”
“Descompensada”

Melhor atriz de comédia ou musical
Jennifer Lawrence (“Joy: O nome do sucesso”)
Melissa McCarthy (“A espiã que sabia de menos”)
Amy Schumer (“Descompensada”)
Maggie Smith (“A senhora da van”)
Lily Tomlin (“Grandma”)

Melhor atriz em série dramática
Caitriona Balfe (“Outlander”)
Viola Davis (“How to get away with muder”)
Eva Green (“Penny Dreadful”)
Taraji P. Henson (“Empire”)
Robin Wright (“House of cards”)

Melhor diretor
Todd Haynes (“Carol”)
Alejandro G.Iñarritu (“O regresso”)
Tom McCarthy (“Spotlight”)
George Miller (“Mad Max: A estrada da fúria”)
Ridley Scott (“Perdido em Marte”)

Melhor série de drama
“Empire”
“Game of thrones”
“Mr. robot”
“Narcos”
“Outlander”

Melhor canção
“Love me like you do” (“Cinquenta tons de cinza”)
“One kind of love” (“Love & Mercy”)
“See you again” (“Velozes e Furiosos 7”)
“Simple song #3” (“Youth”)
“Writing on the wall” (“007 contra Spectre”)

Melhor atriz em minissérie ou filme para a TV
Kirsten Dunst (“Fargo”)
Lady Gaga (“American Horror Story: Hotel”)
Sarah Hay (“Flesh & Bone”)
Felicity Huffman (“American crime”)
Queen Latifah (“Bessie”)

Melhor filme estrangeiro
“O novíssimo testamento”
“O clube”
“O esgrimista”
“Cinco graças”
“O filho de Saul”

Melhor ator em série de comédia ou musical
Aziz Ansari (“Master of none”)
Gael García Bernal (“Mozart in the jungle”)
Rob Lowe (“The grinder”)
Patrick Stewart (“Blunt talk”)
Jeffrey Tambor (“Transparent”)

Melhor roteiro
“O quarto de Jack”
“Spotlight”
“A grande aposta”
“Steve Jobs”
“Os 8 odiados”

Melhor ator coadjuvante
Paul Dano (“Love & Mercy”)
Idris Elba (“Beasts of no nation”)
Mark Rylance (“Ponte dos espiões”)
Michael Shannon (“99 Homes”)
Sylverster Stallone (“Creed”)

Melhor animação
“Anomalisa”
“O bom dinossauro”
“Divertida mente”
“Snoopy e Charlie Brown – Peanuts, o filme”
“Shaun, o carneiro”

Melhor ator de comédia ou musical
Christian Bale (“A grande aposta”)
Steve Carell (“A grande aposta”)
Matt Damon (“Perdido em marte”)
Al Pacino (“Não olhe para trás”)
Mark Ruffalo (“Sentimentos que curam”)

Melhor ator em série dramática
Wagner Moura (“Narcos”)
Jon Hamm (“Mad men”)
Rami Malek (“Mr. robot”)
Bob Odenkirk (“Better call Saul”)
Liev Schreiber (“Ray Donovan”)

Melhor trilha sonora
Carter Burwell (“Carol”)
Alexandre Desplat (“A garota dinamarquesa”)
Ennio Morricone (“Os 8 odiados”)
Daniel Pemberton (“Steve Jobs”)
“Ryuichi Sakamoto e Alva Noto (“O regresso”)

Melhor ator coadjuvante em série, minissérie ou filme para a TV
Alan Cumming (“The good wife”)
Damian Lewis (“Wolf hall”)
Ben Mendelsohn (“Bloodline”)
Tobias Menzies (“Outlander”)
Christian Slater (“Mr. robot”)

Melhor ator minissérie ou filme para a TV
Idris Elba (“Luther”)
Oscar Isaac (“Show me a hero”)
David Oyelowo (“Nightingale”)
Mark Rylance (“Wolf hall”)
Patrick Wilson (“Fargo”)

Melhor minissérie ou filme para TV
“American crime”
“American horror story: Hotel”
“Fargo”
“Flesh & Bone”
“Wolf hall”

Melhor série de comédia ou musical
“Mozart in the jungle”
“Orange is the new black”
“Silicon Valley”
“Transparent”
“Veep”
“Casual”

Melhor atriz em série de comédia ou musical
Rachel Bloom (“Crazy ex-girlfriend”)
Jamie Lee Curtis (“Scream queens”)
Julia Louis-Dreyfus (“Veep”)
Gina Rodriguez (“Jane the virgin”)
Lily Tomlin (“Grace and Frankie”)

Melhor atriz coadjuvante em série, minissérie ou filme para a TV
Uzo Aduba (“Orange is the new black”)
Joanne Froggatt (“Downton Abbey”)
Regina King (“American crime”)
Maura Tierney (“The affair”)
Judith Light (“Transparent”)

Melhor atriz coadjuvante
Jane Fonda (“Youth”)
Jennifer Jason Leigh (“Os 8 odiados”)
Helen Mirren (“Trumbo”)
Alicia Vikander (“Ex machina: Instinto artificial”)
Kate Winslet (“Steve Jobs”)