GGB realizará o 22º Concurso de Fantasia gay neste segunda (4) , em Salvador

Notícias
4 de março de 2019
por Genilson Coutinho

Foto: Genilson Coutinho

A Praça Municipal será mais uma vez o o grande palco da diversidade na noite desta segunda feira 04, a partir das 16h durante a disputa da 22ª edição do Concurso Nacional de Fantasia Gay da Bahia um dos mais tradicionais eventos gays da cidade em pleno circuito da folia de Momo realizado pelo Grupo Gay da Bahia.

Além do brilho das candidatas que vêem de vários estados do país e do interior do Estado, haverá grandes shows de transformismo para a grande noite que mais uma vez promete ser uma das mais animadas.

Prêmio:

Serão premiadas as três primeiras fantasias nas categorias de luxo e originalidade. Quem vencer na categoria luxo, em primeiro lugar, leva o cheque de 8 mil reais, já em originalidade, o primeiro lugar recebe o cheque no valor de 6 mil.
Além de oferecer gratuitamente um evento brilhante no Carnaval, o concurso quer também estimular novos talentos. “A premiação é um incentivo à produção cultural e artística individual,” disse Marcelo Cerqueira, presidente do GGB.

O critério de eleição das melhores fantasias será por julgamento, que levará em conta a beleza, elegância, simpatia, desenvoltura na passarela, pedraria, penas, postura, andar e por fim o valor gasto pelo candidato na produção da roupa, especialmente na categoria luxo, a mais esperada do evento. “Tanto em luxo quanto originalidade é importante avaliar o grau de dificuldade para a realização da roupa”, finaliza Cerqueira.

Na originalidade, os critérios são a semelhança com a ideia original, entretanto, nessa categoria, é proibido a utilização de materiais preciosos, pedrarias caras, penas haras, lantejoulas, entre outros assessórios que possam dar conotação de luxo. De acordo com a produção, a categoria originalidade recebeu dois novos critérios dentro da avaliação, que são apresentações que envolvam “protesto” e “reverência”, de situações da atualidade. De acordo com o Regimento, estas ações serão bem-vindas, mas terão de obedecer aos critérios norteadores da categoria em si, além de considerar o grau de dificuldade do desfilante para realizar a fantasia.