GGB divulgou nota de Repúdio contra declaração da cantora Joelma sobre o casamento gay

Sem categoria
30 de março de 2013
por Genilson Coutinho

 

O Grupo Gay da Bahia (GGB) torna público a sua indignação contra a cantora Joelma da Banda Calypson por causa de suas declarações intolerantes á mídia Brasileira sobre orientação sexual, homossexualidade e LGBTs, um desserviço e estimulo a intolerância coletiva contra cerca de 10% da população do Brasil, que trabalha paga imposto e que mesmo ainda não tem os seus direitos respeitados. “Como se não bastasse à homofobia racista do deputado Marcos Feliciano, titular da Comissão de Direitos Humanos do Congresso Nacional, vem a cantora sob uma pseudo interpretação da bíblia, acusar e discriminar os LGBTs” afirma Marcelo Cerqueira, presidente do Grupo Gay da Bahia.

A polêmica teve inicio quando a cantora foi perguntada por uma revista nacional, este mês, sobre a legião de fãs gays, que inclusive fazem dublagem de suas musicas em boates gays. Joelma foi categórica na sua afirmação intolerante.  “Tenho muitos, mas a Bíblia diz que o casamento gay não é correto, e sou contra.” declarou a cantora e acrescenta que, se tivesse um filho nessa situação, “lutaria até a morte” para fazer sua conversão. E na sua ignorância homofobia não foi mais grosseira em afirmar. “Já vi muitos se regenerar. Conheço mães que sofrem pelos filhos gays. É como um drogado tentando se recuperar.” conclui. De acordo com o GGB todos tem direito em uma democracia de expressar seus pontos de vistas, mas esse direito acaba onde ele começa a incomodar o outro. “Como formadora de opinião, e ainda vangloriando-se de uma pseudo fé cristã, ela não tem o direito semear o ódio contra uma população que já sobre por tanta incompreensão”, explica Cerqueira.

Na opinião de Cerqueira a cantora praticou quase todos os pecados capitais. E é uma alma caída na escuridão das trevas, mas que pode ser regenerada. Ficou doente como relata por ser uma pessoa avarenta apegada ao dinheiro e aos bens materiais, vaidosa porque se preocupa com os atributos físicos para conquistar os outros e subordiná-los. Ainda na opinião do ativista gay a cantora também, pelas suas declarações nitre a irá em seu coração como motivo de vingança, e finalmente ela é uma pessoa soberba por promover manifestações e opiniões que expressam orgulho e arrogância.

Na nota divulgada pelo Grupo Gay da Bahia (GGB), lastima que a cantora Joelma não tenha entendido o papel das artes como instrumento de libertação das mentes e especialmente como eixo básico importante na criação de climas favoráveis que promovem a felicidade humana em um mundo que caminha para a guerra e o individualismo. Pessoas morrem a cada dia por doenças, depressão, angustias e solidão.

O GGB pede a toda à comunidade que envie o seu protesto sugerindo a Rede Globo de Televisão que cada dia avança na divulgação de informações que combatem os vários preconceitos, que substitua a música de abertura do sensacional Tapas e Beijos, considerando que a postura pública da cantora destoa com atores e a produção do programa que faz humor elegante e sofisticada na emissora.