Gastromotiva chega a Salvador

No Circuito, Serviços
4 de agosto de 2014
por Genilson Coutinho

gastro

Depois de promover ações em São Paulo e Rio de Janeiro, a Gastromotiva vem disseminar em Salvador o potencial e a responsabilidade da gastronomia como um agente de mudança social. A partir do mês de setembro, na Unifacs, será composta a primeira turma do curso de qualificação profissional, que será oferecido a jovens talentos em vulnerabilidade social, e engloba o ensino prático e teórico da gastronomia.

A partir de um processo seletivo com base em triagem de fichas, entrevista individual e dinâmica de grupos, os alunos serão selecionados para aprender, em 280 horas, habilidades básicas, como confeitaria, panificação e ecogastronomia. Além disso, terão aulas de cidadania, higiene e segurança alimentar, postura profissional e outras disciplinas.

Os cursos são patrocinados por uma rede do mercado gastronômico e de investidores sociais, como empresas, fundações, institutos e indivíduos. Nesse âmbito, os estabelecimentos colaboradores, que patrocinam os alunos, são os principais contratantes desses profissionais, depois de formados no curso. Em Salvador, a Gastromotiva conta com o apoio da Unifacs e da Brazil Foundation e está em busca de mais parcerias e patrocínios, como em São Paulo e Rio de Janeiro, que têm uma rede composta por 37 e 25 parceiros, respectivamente.

Lançamento

No dia 05 de agosto, às 20h, acontecerá no Restaurante Amado o evento de lançamento da Gastromotiva em Salvador, para convidados. Na ocasião, se reunirá um comitê formado por chefs baianos, comoEdinho Engel (Amado), Beto Pimentel (Paraíso Tropical), Tereza Paim (Casa de Tereza), Lucinha Castelo Branco (LCB Consultoria), Diego Badaró e Luiza Olivetto (AMMA Chocolate).

David Hertz

Chef e empreendedor social, David é o fundador da Gastromotiva. O insight que deu origem à organização veio após o acúmulo de experiências marcantes, numa viagem por dez países que durou sete anos e, de volta ao Brasil, a atuação em buffets e restaurantes de prestígio. Formado pelo SENAC Águas de São Pedro e enxergando a gastronomia como um agente poderoso de transformação e inclusão social, o chef foi nomeado em 2012 Young Global Leader pelo Fórum Econômico Mundial, Fellow Ashoka, organização global que reconhece e investe em líderes sociais, em 2011, Empreendedor Artemísia em 2004 e recebeu o Prêmio Folha Empreendedor Social de Futuro, concedido pelo Jornal Folha de São Paulo e Fundação Schwab, em 2009.