‘G0y ’ : Maranhão tem primeiro rancho voltado para o movimento

Comportamento, Social
30 de abril de 2014
por Genilson Coutinho

10152043_864109436939298_7829114108098644572_n
Eles estão dando o que falar! Apesar da curiosidade em torno do movimento g0y, formado por homens que se relacionam entre si, mas não se consideram homossexuais, já há até mesmo um local onde os rapazes podem se encontrar sem receber olhares de reprovação. Considerado o primeiro espaço oficialmente “g0y friendly” no Brasil, o Rancho Hedônia, em São José de Ribamar, no Maranhão, tem objetivo de ser um paraíso para quem busca o prazer…
Afastado da capital do estado, São Luís do Maranhão, o espaço conta com piscina de água mineral, piscina coberta, muito verde, contato com animais, ar puro e… liberdade! Além dos “g0ys”, o rancho é voltado para o público nudista e para os hedonistas em geral.
– É uma proposta aberta a outros seguimentos também, o foco é voltado para pessoas liberais. Via isso como uma fatia de mercado a ser explorado, porque não são muitos locais onde elas podem se encontrar. Existem muitas casas de swing no Sudeste, mas são locais fechados. Aqui é um sítio, um rancho, onde as pessoas também aproveitam o espaço – explica Fábio Franco, proprietário do Hedônia.

A procura dos rapazes começou a aumentar após as inúmeras reportagens sobre o tema. No “meio g0y”, o Hedônia já é conhecido. O local já foi uma pousada, mas desde 2008 funciona como residência de Fábio, que promove encontros entre ex-clientes e pessoas devidamente cadastradas no site do Hedônia.
– Fechamos a pousada e, como algumas pessoas que frequentavam não tinham mais para onde ir, mantivemos alguns eventos. São encotros, não festas, raves, nada disso. Acabou que o pessoal do grupo g0y também se identificou. Não é como uma casa de swing cheia de espelho pra todo lado, fizemos questão de fazer uma decoração rústica para ter a ver com o ambiente. É afastado da capital, é semirural, então é para aproveitar o passeio, não tem um foco especifico nisso ou aquilo.
Os encontros acontecem quatro vezes por semana e os amigos, como Fábio faz questão de frisar, são convidados por email. Cada um contribui com um valor para comprar bebidas e comida, como acontece em qualquer festa caseira, e pode aproveitar os cinco mil metros quadrados da maneira que achar melhor. Para manter o anonimato dos frequentadores, há ainda um esquema de segurança: não é permitido utilizar celulares ou câmeras fotográficas, para manter a privacidade dos convidados. A entrada é exclusiva para os cadastrados e não é permitido entrar na festa sem ter confirmado presença.
Visite o site aqui .http://www.hedonia.com.br/contato.html
Do Extra