Francês Hugues de Varine vem à Bahia lançar tradução inédita sobre patrimônio e desenvolvimento sustentável

Sem categoria
20 de novembro de 2012
por Genilson Coutinho


Com ideias inovadoras sobre os domínios da cultura, o francês Hugues de Varine é um dos mais importantes teóricos e consultores internacionais na área da Museologia. No dia 26 de novembro, às 18h, ele lança em Salvador o livro As raízes do futuro: o patrimônio a serviço do desenvolvimento local. Na obra, publicada pela Editora Medianiz, o autor propõe um amplo debate sobre as questões da propriedade cultural pelo viés do desenvolvimento local, a partir de sua ampla atuação com ecomuseus e museus comunitários. O evento, que será realizado no Palácio da Aclamação para comemorar os 40 anos da Mesa Redonda de Santiago do Chile, contará com palestra do teórico francês, debate e apresentação da experiência dos museus do Alto Sertão da Bahia e do Recôncavo Wanderley Pinho. A ação é uma iniciativa da Diretoria de Museus do Instituto do Patrimônio Artístico e Cultural da Bahia e tem o apoio do Instituto Brasileiro de Museus.

Hugues de Varine foi um dos participantes da Mesa Redonda de Santiago do Chile, evento que impulsionou grandes transformações no campo da Museologia e redefiniu o papel dos museus, que passam a ser entendidos como instituições que devem integrar-se à vida da sociedade e desempenhar um papel decisivo na educação da comunidade. Durante o lançamento do livro, o público também terá a oportunidade de conhecer o Projeto de Implantação do Parque do Engenho Freguesia – Museu do Recôncavo Wanderley Pinho, que será executado por meio de uma parceria com a Secretaria de Turismo, a partir de recursos do Prodetur – Nacional. A unidade vinculada à DIMUS foi instalada em 1971 em Caboto, no antigo Engenho Freguesia, importante monumento histórico da região do Recôncavo Baiano.

Será exposto ainda o projeto de implantação do Museu do Alto Sertão da Bahia, que nasce do associativismo de representantes dos municípios de Caetité, Igaporã e Guanambi, sudoeste da Bahia, os quais reivindicaram a permanência dos acervos arqueológicos advindos de pesquisas realizadas nos Parques Eólicos da Renova Energia desde 2009. Até o momento, foram identificados 178 sítios arqueológicos e 345 sítios históricos de interesse arqueológico. A elaboração do Plano Museológico entra em sua reta final, com entrega prevista para fevereiro de 2013.

Raízes do Futuro – Nas páginas do valioso As raízes do futuro, o leitor encontrará a trajetória intelectual e a experiência do consultor internacional Hugues de Varine no movimento de construção, em diversos países, dos ecomuseus e museus comunitários. Varine aponta com maestria as possibilidades da museologia inovadora e participativa no seio do cotidiano comunitário. Associa e valoriza a relação do patrimônio (individual ou coletivo) com os caminhos instigantes e reveladores da cultura viva, do desenvolvimento e da sustentabilidade. Para ele, o desenvolvimento só é sustentável, e, portanto, real, se for feito em consonância com o patrimônio. Além disso, só se pode conceber o desenvolvimento com a participação ativa e consciente da comunidade que detém esse patrimônio.

Desenvolvida com vivências pessoais e coletivas, a obra inova a visão de patrimônio. Revela a necessidade de reconhecê‐lo e de inventariá‐lo com vista à mudança, registrando as memoráveis experiências de comunidades que já promoveram a prática da museologia comunitária. Essas vivências foram acrescentadas pelo autor a esta edição em língua portuguesa sob o nome de Fichas referenciais de casos exemplares. Traduzido direto da versão original em língua francesa, o livro conta com prefácio e tradução da museóloga Maria de Lourdes Parreiras Horta.

Museu do Recôncavo Wanderley Pinho – No dia 26, pela manhã, Varine vai até o Museu do Recôncavo Wanderley Pinho para participar de uma Roda de Conversa com a comunidade local, técnicos da DIMUS e do Museu do Alto Sertão da Bahia. Durante a visita, será discutido o projeto de implantação do Parque do Engenho Freguesia – Museu do Recôncavo Wanderley Pinho, que tem como objetivo recuperar o conjunto arquitetônico e requalificar os espaços expositivos e administrativos, instalando equipamentos de produção e serviços no entorno para fins de sustentabilidade do Museu e de desenvolvimento econômico e social das comunidades de Caboto, Passé e Ilha de Maré, estabelecidas na Baía de Todos-os-Santos com forte potencial turístico.

Sobre o autor – Formado pela Universidade de Paris, com pós-graduação em História e Arqueologia, Hugues de Varine ocupou os cargos de vice-diretor e diretor do Conselho Internacional de Museus (Icom), fundou o Ecomuseu de Le Creusot-Montceau e atuou no Ministério da Cultura da França, na área de desenvolvimento cultural e de avaliação de políticas culturais.

Fundador da Asdic Consultores, entidade especializada em desenvolvimento de comunidades, participa de missões de desenvolvimento cultural, social e econômico de comunidades urbanas e rurais da França e da União Europeia, incentivando práticas culturais e de consolidação do desenvolvimento local. Internacionalmente, participou de projetos na Alemanha, Suécia, México, Brasil, Canadá, Portugal, Grécia, Hungria, Irlanda, Reino Unido, entre outros.

É autor de A cultura dos outros (Paris, Seuil, 1976); A iniciativa comunitária (Macon, MNES & W, 1992); Cidade, cultura e desenvolvimento (Paris, Syros, 1995, com Jean Michel Montfort); e As raízes do futuro (Asdic, 2002), além de artigos em periódicos franceses e publicações internacionais sobre museus, patrimônio, ação comunitária e desenvolvimento local.

Ficha técnica do livro
Título: As raízes do futuro: patrimônio a serviço do desenvolvimento local
Autor: Hugues de Varine
Tradução: Maria de Lourdes Parreiras Horta
Número de páginas: 256
Formato: 14 x 23 cm
Preço: R$ 40,00
ISBN: 978-85-64713-03-1
Editora: Medianiz

Serviço:

O que: Palestra e lançamento do livro As raízes do futuro: o patrimônio a serviço do desenvolvimento local, de Hugues de Varine
Onde: Palácio da Aclamação – Av. Sete de Setembro, 1.330, Campo Grande.
Quando: 26 de novembro, 18h.
Informações: 3117-6381
Realização: DIMUS/IPAC
Apoio: Ibram/MinC