Foyer do TCA recebe exposição de Saulo Kainuma e Belmiro Neto até o final do mês

Arte e Exposições, No Circuito
6 de maio de 2015
por Genilson Coutinho
A drag Sfat Auermann é um dos nomes fotografados em "1x1". (Foto: Saulo Kainuma/Divulgação)

A drag Sfat Auermann é um dos nomes fotografados em “1×1”.
(Foto: Saulo Kainuma/Divulgação)

Contemplado com o Edital Arte em Toda Parte, da Fundação Gregório de Mattos, órgão da Prefeitura Municipal de Salvador, o projeto 1 x 1 – Exposição Fotográfica de Saulo Kainuma e Belmiro Neto, entrou em cartaz no Foyer do Teatro Castro Alves na última segunda-feira (5).

Chamar a atenção para a carência e a escassez de espaço físico nas grandes cidades e provocar a reflexão. A partir deste conceito, Saulo Kainuma, fotógrafo publicitário, e Belmiro Neto, artista gráfico e designer, conceberam esta exposição, com a proposta de fotografar pessoas dentro do espaço diminuto de um metro de altura por um metro de largura. Uma caixa em MDF, com acabamento em fórmica branca, serviu de moldura para que os convidados da dupla pudessem posar com esta limitação espacial.

Entre nomes conhecidos da cena cultural baiana, como os atores Jackson Costa e Rita Assemany, profissionais liberais, como a jornalista Rita Batista e a nutricionista Amélia Duarte, e amigos, como Carlos Sarno e Victor Mascarenhas, todos tiveram total liberdade para encontrar a melhor posição dentro da caixa e criar seus personagens, capturados pelo olhar do fotógrafo Saulo e posteriormente modificados a partir da direção de arte de Belmiro Neto, que com as interferências gráficas realizadas nas imagens, imprimiu uma estética provocativa e fascinante.

São 35 fotos, impressas no tamanho 1m x 1m, a mesma dimensão do enquadramento a que foram submetidos os modelos, que vão levar o público a vivenciar a experiência da dupla no momento do registro das imagens e a refletir sobre como essa limitação de espaço pode afetar a sua vida, o seu humor e as suas relações pessoais e profissionais.A exposição 1 x 1 conta com o apoio do Teatro Castro Alves, Fundação Cultural, Governo da Bahia, Padaria Ribeiro, Saúde Brasil e Perini. A realização está a cargo da Fundação Gregório de Mattos e Prefeitura de Salvador.

A temporada segue até o dia 24/05, com entrada franca e visitação sempre das 12h às 18h.