Fotógrafa baiana realiza ensaios fotográficos gratuitos de casais lgbt+

Slider
30 de novembro de 2018
por Genilson Coutinho

O projeto Fotográfico Reexiste Amor, idealizado pela fotógrafa Magali Moraes, surgiu em meio às ameaças de retrocesso de direitos das mulheres, negros e principalmente casais

Para garantir seus direitos, Casais LGBT+ antecipam a união estável ou casamento civil. Precisando orgarnizar os preparativos às pressas, sem terem tido tempo para um planejamento e programação financeira, pequenos detalhes e simbologias de afeto e amor são deixados de lado.

É aqui que entra o Projeto Reexiste Amor, para assegurar que eles tenham não apenas o direito civil, mas que também garantam sonhar e viver esse momento especial.

No projeto, a fotógrafa realiza ensaios fotográficos gratuitos de casais lgbt+ que comprovarem estar dentro do perfil da proposta.

Segundo Magali Moraes, autora do projeto Esse é um ato de amor, uma ato de resistência e principalmente de revolução.
“Vamos mostrar que o amor dessas pessoas existe, resiste e Reexiste.
Vamos ser amor e resistência através da nossa arte.”

Para a execução do projeto, Magali, conta com a divulgação nas redes sociais para que esses casais sejam encontrados.
Ativista, a fotógrafa acredita que essa é uma excelente maneira de de participar e contribuir.
“A nossa maneira de resistir precisa ser mais do que uma palavra ou um post nas redes sociais.”

Para mais informações sobre o projeto, sigam @reexisteamor no Instagram.

As fotos dos ensaios serão realizadas [gratuitamente] pela fotógrafa Magali Moraes e amigxs fotógrafxs convidadxs.

A marca e identidade visual do projeto foram desenvolvidos [gratuitamente] pelo designer Tarcio Figueiredo.