Notícias

Fórum de Empresas e Direitos LGBTI+ realiza webinar sobre empreendedorismo no segmento LGBTI+

Genilson Coutinho,
10/11/2021 | 19h11

Reconhecer e desenvolver o espírito empreendedor entre os colaboradores nas empresas é mais do que um recurso importante para aumentar a vantagem competitiva dos negócios. Incentivar esse atributo ajuda a formar um ambiente onde os profissionais se sentem valorizados e abraçados pela companhia. Com foco neste contexto, o Fórum de Empresas e Direitos LGBTI+ realizará o nono webinar do Projeto 101010, nesta sexta-feira (12/11), às 12h, em seu canal do YouTube.

O Projeto 101010 consiste em entrevistas com líderes, de diferentes organizações, focadas na temática dos “10 Compromissos da Empresa com a Promoção dos Direitos LGBTI+”. Nesta edição, o Fórum traz Roberto Hun, presidente da Corteva Agriscience para o Brasil e Paraguai, que focará no Compromisso 9 – “Promover o desenvolvimento econômico e social das pessoas LGBTI+ na cadeia de valor”. Na ocasião, o executivo destacará a importância de realizar ações que favoreçam o empreendedorismo e o desenvolvimento de empresas lideradas por pessoas LGBTI+.

Graduado em Administração de Empresas pela Faculdade de Economia da Universidade de São Paulo (FEA/USP) e com MBA pela Oregan State University (Oregon, Estados Unidos, Roberto Hun é membro do Conselho de Administração da Câmara Americana de Comércio (Amcham) de São Paulo, do Conselho Administrativo da CropLife Brasil e do Conselho da Rumos Previdência Privada.

“Na Corteva, somos intencionais nas iniciativas para promoção da inclusão, diversidade e equidade, em linha com o nosso propósito de enriquecer vidas. Temos investido em ações afirmativas para promover mudanças efetivas dentro e fora da organização. Internamente, entre outras ações, trabalhamos intensamente para tirar o viés inconsciente nos processos de contratação. Olhando para o mercado, atuamos com organizações no Brasil e no exterior para a inclusão de fornecedores da diversidade em nossa cadeia de suprimentos”, afirma Hun.

A transmissão do webinar contará com comentários de Ricardo Gomes, presidente da Câmara de Comércio e Turismo LGBT do Brasil. Formado em Comunicação Social – Jornalismo e pós-graduado pela Universidade de Londrina, o executivo tem uma trajetória de 20 anos na área de eventos em diversos segmentos. Em 2017, foi eleito o quinto LGBT mais influente de São Paulo e, em 2019, foi listado pela Revista Panrotas entre os importantes impulsionadores do turismo nacional.

Lançado em 17 de março deste ano, o Projeto 101010 encerra em dezembro. A cada mês, um executivo de uma grande corporação nacional abordou um dos “10 Compromissos da Empresa com a Promoção dos Direitos LGBTI+”. O intuito é proporcionar um debate a respeito de temas que possam culminar em ações mais efetivas dentro das companhias e que tenham impacto em pessoas LGBTI+. Por consequência, contribuir para aumento do respeito e da inclusão no meio corporativo e impactar positivamente a sociedade.

O último webinar do Projeto 101010 está previsto para 10 de dezembro e contará com participação de Tito Amaral de Andrade, CEO de Machado Meyer Advogados. O executivo abordará sobre o Compromisso 10: Promover e apoiar ações em prol dos direitos LGBTI+ na comunidade. Os vídeos das edições anteriores podem ser conferidos no canal do YouTube do Fórum.

Sobre o Fórum de Empresas e Direitos LGBTI+

Criado em março de 2013, o Fórum é movimento empresarial com atuação permanente reunindo grandes empresas em torno de 10 Compromissos com a promoção dos direitos humanos LGBTI+. Nosso propósito é articular empresas em torno do compromisso com o respeito e a promoção aos direitos humanos LGBTI+ no ambiente empresarial e na sociedade. Além de eventos periódicos para compartilhar as melhores práticas das empresas signatárias, fomentar o respeito à diversidade sexual e identidade de gênero e abrir espaços para diálogos entre empresas e a comunidade, “10 Compromissos para a Promoção dos Direitos LGBTI+”, expressam o entendimento sobre o papel das empresas e uma agenda de trabalho.