Fórum de Cultura nomeia sua coordenação

Sem categoria
9 de agosto de 2012
por Genilson Coutinho

O V Encontro do Fórum de Cultura da Bahia, realizado no território do Baixo Sul, em Valença, nos dias 28 e 29 de julho, representou um passo fundamental para a consolidação deste importante espaço de articulação da militância cultural baiana. O Fórum é um instrumento de controle social da sociedade civil para proposição, monitoramento e avaliação das estratégias de gestão das políticas culturais no Estado da Bahia. No V Encontro, que teve a participação de mais de 200 inscritos, além das rodas de conversas, mesas redondas e lançamentos de livros, foi composta e nomeada a primeira coordenação do Fórum, responsável pelo período 2012-2014. Ao todo, foram nomeadas 15 coordenações com cerca de 60 pessoas no total, incluindo coordenadores, membros e colaboradores. A cidade de Itajuípe foi escolhida para sediar o próximo encontro, a se realizar em meados de novembro.

Os trabalhos foram abertos e conduzidos pela poetriz Jocélia Fonseca, que prestou uma homenagem às mulheres negras, latino-americanas e caribenhas.  A Diretora de Cultura de Valença, Edna Xavier, deu boas vindas aos participantes do Fórum e falou sobre a cultura da região, incluindo manifestações tradicionais como Zambiapunga, Alguidar e Terno de Reis. Rita Pinheiro fez uma homenagem à sede do encontro anterior, São Francisco do Conde, território do Recôncavo, apresentando um mosaico de imagens e informações sobre a cultura regional. Em seguida, houve o lançamento do livro O Caborongo, de Isa de Oliveira, fruto de vivências e pesquisas informais sobre os costumes e tradições de Taperoá e região. A cordelista Sueli Valeriano recitou alguns trabalhos seus e de outros cordelistas. Na sequência, foi composta a primeira mesa do dia.

Com o tema “Análise Conjuntura, o Baixo Sul e Sua Cultura”, a mesa-redonda contou com a participação de Cleisiane Marques, Representante Territorial de Cultura do Baixo Sul, Araken Galvão, membro do Conselho Estadual de Cultura, e Chico Nascimento, diretor teatral e membro da Comunidade Quilombola da Laranjeira. Cleisiane traçou um panorama da criação dos sistemas municipais de cultura no território, com a construção de planos municipais em parceria com a sociedade civil. Falou também dos editais da Secult, dos pontos de cultura, movimentos e entidades culturais da região. Araken falou de sua trajetória e do movimento de escritores valencianos, teceu algumas críticas às políticas culturais do governo do estado e aos movimentos negros, a quem acusou de querer dividir um Brasil uno. Chico abordou a evolução do conceito de cultura popular, incluindo a contribuição dos países socialistas para a compreensão do papel potencialmente revolucionário da arte produzida pelo povo. Trouxe também alguns ensinamentos das comunidades tradicionais de matriz africana e reafirmou a necessidade da luta pela diversidade cultural, pelo respeito às especificidades e diferenças.

Após um breve debate, um momento de impacto: Alex Kinuy surpreende com a performance do poema Secas Vidas, do valenciano Geilson de Brito. Destacaram-se algumas presenças, como a coordenadora do Centro de Referência da Mulher, Marildes Nascimento; do presidente licenciado da CUT-BA, Martiniano Costa, da Secretária de Educação de Valença, Marineide Sousa, e da coordenadora da FENACAB (Federação Nacional do Culto Afro-Brasileiro) no Baixo Sul da Bahia e da Mãe Bárbara de Cajaíba, do Terreiro Caxuté.

A segunda mesa contou com a presença da Griô-Aprendiz de tradição oral Rita Pinheiro, do parlamentar jovem e representante da Escola Caxuté, Heráclito Barbosa, de Maria das Graças, do grupo Zambiapunga de Cajaíba, e do poeta Douglas de Almeida. A pauta foi Culturas Populares, e além das experiências de cada segmento, entidade e manifestação cultural, a necessidade de reconhecimento e valorização das culturas “clássicas” Africanas e Indígenas, também merecedoras dessa denominação comumente reservada à tradição europeia. Douglas de Almeida apresentou ao plenário e aprovou por aclamação a necessidade de construção de um documento crítico à política de editais do governo estadual, que constituiu um avanço em relação à “política de balcão” dos governos carlistas, mas ainda concentra os recursos nas mãos de acadêmicos e especialistas em elaboração de projetos.

Em seguida, os participantes se dividiram nas rodas de conversa: Teatro do Oprimido; Grafite; Expressões Artísticas de Tradição; Patrimonialização Cultural; Literatura, Livros e Leitura. À noite, os participantes se revezaram em músicas e poesias, construindo um rico sarau que proporcionou um pequeno panorama dos participantes do encontro.

O segundo dia do Fórum foi aberto uma apresentação musical de Fábio Mendes, passando-se em seguida para o repasse das rodas de conversas. Durante todo o dia, o Circuito de Teatro e Dança do Recôncavo firmou sua presença, com apresentações do Coral Juventude e Arte do Recôncavo e os grupos As Danadinhas, C4 e Brilho Negro. Os pontos altos do domingo foram à composição e nomeação da Coordenação do Fórum de Cultura da Bahia e a eleição da sede do próximo encontro. Itajuípe, no Litoral Sul, foi à cidade escolhida, em disputa com Maracás (território Vale do Jiquiriçá) e Riachão do Jacuípe (território Bacia do Jacuípe).

A próxima tarefa do Fórum de Cultura da Bahia é a realização do planejamento que irá nortear suas ações pelos próximos dois anos. Além disso, estão em processo de construção as Comissões Pró-Conselhos Territoriais, com a missão de articular a criação dos Conselhos nos territórios por onde o Fórum realizou encontros: Região Metropolitana de Salvador, Chapada Diamantina, Recôncavo e Baixo Sul, somando-se ao território do próximo encontro, o Litoral Sul. Os desafios são muitos, as demandas imensas, mas “sonho que se sonha junto é realidade”.

 

COORDENAÇÃO DO FÓRUM DE CULTURA DA BAHIA

GESTÃO 2012 – 2014

Coordenação Administrativa

  • Eduardo Silva – Salvador
  • Freitas – Salvador
  • Alexandre Lima – Salvador

Coordenação Financeira

  • Franciane Simplicio – Salvador
  • Edson Cláudio Vilas Boas – Salvador

 

Coordenação de Livro e Memória

  • Douglas de Almeida – Salvador
  • Sérgio Henrique Soledade – Salvador
  • Luísa Marques – Vera Cruz – Colaboradora
  • Márcio Luís – Vera Cruz – Colaborador
  • Darlene Muricy – Jaguaripe – Colaboradora

Coordenação de Direitos Humanos

  • Cristina Gonçalves – Salvador
  • Graça Brito – Salvador
  • Hamilton Oliveira – Salvador
  • Rita Pinheiro – Salvador
  • Heráclito dos Santos Barbosa – Valença – Colaborador

Coordenação de Comunicação

  • Robert Alexandre – São Francisco do Conde
  • Rosa Maria – Camaçari
  • Jeferson Santos – Cruz das Almas – Colaborador
  • Fábio Mendes – Planaltino – Colaborador
  • Heráclito dos Santos Barbosa – Valença – Colaborador
  • Lyz Gomes – Cruz das Almas – Colaboradora

 

Coordenação de Projetos

  • Helder Bonfim – Salvador
  • Weid Elisson – Saubara
  • Bruno Novaes – Salvador

 

Coordenação Institucional

  • Freitas – Salvador
  • Jocélia Fonseca – Salvador
  • Cláudio Lisboa – Taperoá
  • Douglas de Almeida – Salvador
  • Rita Margarete – Salvador – Colaboradora

 

Coordenação Social

  • Edneia Rodrigues – São Francisco do Conde
  • Evany Rodrigues – Salvador
  • Taciana Barreto – Valença
  • Cristina Gonçalves – Salvador
  • Patrícia Vasconcelos – Ituberá – Colaboradora
  • Júlia Telma – Camaçari – Colaboradora
  • Jeovânia Landim – Salvador – Colaboradora

Coordenação de Câmaras Temáticas

  • Jocélia Fonseca – Salvador
  • Rita Pinheiro – Salvador
  • Lidiane Valentim – Santo Amaro
  • Valdinei – Governador Mangabeira – Colaborador
  • Rafael Batista – Itajuípe – Colaborador

 

Coordenação de Relatoria

  • Darlon Silva – Cruz das Almas
  • Paulo Magalhães – Salvador
  • Weid Elisson – Saubara

 

Coordenação de Produção Cultural

  • Rita Pinheiro – Salvador
  • Sérgio Henrique Soledade – Salvador
  • Sueli Valeriano – Ituberá
  • Robert Alexandre – São Francisco do Conde
  • Aldemir Rildon – Riachão do Jacuípe – Colaborador
  • Roberto Ribeiro – Governador Mangabeira – Colaborador
  • Júlia Telma – Camaçari – Colaboradora

Coordenação Territorial

  • Cláudio Lisboa – Taperoá
  • Wellington Oliveira – Taperoá
  • Evany Rodrigues – Salvador
  • Irene Dores – Valença – Colaboradora
  • Igor César – Santo Amaro – Colaborador

 

Coordenação de Patrimônio Cultural

  • Paulo Magalhães – Salvador
  • Evany Rodrigues – Salvador
  • Franciane Simplicio – Salvador
  • Aldemir Rildon – Riachão do Jacuípe – Colaborador
  • Janaína – Cachoeira – Colaboradora
  • Anna Luísa – Cachoeira – Colaboradora

 

Coordenação de Pesquisa

  • Bruno Novaes – Salvador
  • Cláudio Lisboa – Taperoá
  • Edneia – São Francisco do Conde
  • Adelvan – Igrapiúna
  • Irene Dores – Valença – Colaboradora
  • Adson Batista Santos de Brito – Itabuna – Colaborador

 

Coordenação de Assuntos Jurídicos

  • Gilberto Batista – Salvador