Folha de Pernambuco pede desculpas a população pelo anuncio do Instituto Pró-Vida

Sem categoria
5 de setembro de 2012
por Fábio Rocha


O anuncio do  Instituto Pró-Vida, publicado na última segunda-feira (3) no jornal  Folha de Pernambuco, no qual afirmava que o estado não quer conviver com prostituição, exploração sexual de joven, pedofilia e “homossexualismo” e que ocupou os principais veículos de comunicação do Brasil,  causando revolta e protestos nas redes socais, fez com  que a direção do   jornal pedisse desculpas  através de um texto na versão online do veículo.

Na nota publicada, a equipe da do jornal Folha de Pernambuco  declara que nenhum anúncio semelhante voltará a ser publicado. O impresso também divulga que sempre trabalhou para divulgar e promover a tolerância e o respeito com todos os cidadãos. A direção salientou que  o conteúdo do espaço publicitário foi de total responsabilidade do Instituto Pró-Vida, que por sinal não se pronunciou sobre os motivos que se referiu à homossexualidade como doença e porque querem se livrar do “homossexualismo”.

Confira a íntegra da nota divulgada pela direção do jornal:

Folha de Pernambuco reconhece erro e pede desculpas por anúncio

NOTA DE ESCLARECIMENTO

Erramos! Pedimos desculpas e garantimos que tal episódio não se repetirá. Sobre o anúncio publicitário do Instituto Pró-Vida publicado na edição de segunda-feira, 3 de setembro de 2012, a Folha de Pernambuco afirma que seu conteúdo de forma alguma reflete a opinião do jornal, cuja prática sempre foi a de divulgar e promover todas as ações que esclarecem e propagam a tolerância e o respeito aos direitos humanos.

Ao longo dos seus 14 anos, a Folha construiu um histórico de respeito aos seus leitores, focado na promoção aos direitos humanos, inclusive da comunidade LGBT, com a qual o jornal mantém diálogo constante. Reconhecemos como dever assegurar o respeito ao próximo e não tolerar qualquer tipo discriminação, seja ela racial, religiosa ou sexual.

A direção