Festival Radioca cresce e aposta na diversidade musical ; confira a programação

Música, No Circuito
5 de outubro de 2017
por Genilson Coutinho

Raymundo Sodré

Nos dias 7 e 8 de outubro, o Festival Radioca chega a sua terceira edição com uma programação que inclui shows e artistas inéditos, feira com produtos de música, moda, gastronomia e artes e uma oficina de fotografia. O terceiro lote de ingressos está à venda no site Sympla, nas lojas Mito, midialouca e Somos Coletivo Criativo e no bar Oliveiras e as entradas custam R$50 e R$25 (meia entrada).

Com duas atrações a mais que nas edições anteriores, o evento terá 10 shows, apresentando um apanhado abrangente do que se produz na música brasileira atualmente, unindo estilos como RAP, guitarrada paraense, rock, música instrumental e pop. No sábado (7.10), sobem ao palco Livia Nery (BA), Pio Lobato (PA) tendo como convidado Lucas Estrela (PA), Raymundo Sodré (BA), Far From Alaska (RN) e Rincon Sapiência (SP). Já no domingo (8.10), se apresentam Jadsa Castro (BA), Mopho (AL), Quartabê (SP), Curumin (SP) e Metá Metá (SP).

“Acho que nossas escolhas são amarradas por três características: diversidade, qualidade e ineditismo”, explica o jornalista Luciano Matos, um dos curadores do festival, originado do programa de rádio homônimo da Educadora FM, apresentado também pelos músicos Ronei Jorge e Roberto Barreto, que completam o time da curadoria. “É nossa intenção provocar o público, unindo estilos diferentes como a guitarrada de Pio Lobato, o rock do Far From Alasca e o RAP de Rincon Sapiência num mesmo dia. Acreditamos na força do festival como conceito, de um espaço interessante para conhecer coisas novas”, completa.

Lançamentos de maquiagem Natura criam looks para brilhar nos festivais de música do Nordeste

O III Festival Radioca é patrocinado pelo segundo ano pela Natura, por meio do Natura Musical – plataforma dedicada à música brasileira – e pelo Governo do Estado, através do Fazcultura, Secretaria da Fazenda e Secretaria de Cultura do Estado da Bahia. “Estamos renovando o modelo de atuação do Natura Musical e suas parcerias com o objetivo de ampliar as oportunidades de palco para nossos artistas e contribuir para a formação e ampliação de público para a música brasileira”, explica Fernanda Paiva, gerente de marketing institucional da Natura. “A parceria com eventos enraizados regionalmente nos ajuda a ter um alcance maior no País, com grande representatividade e capilaridade”, complementa.

As duas edições anteriores receberam nomes como Siba, Anelis Assumpção, OQuadro, Apanhador Só, Karina Buhr, Giovani Cidreira, Jards Macalé e Dona Onete, entre outros, e foram sucesso de público e crítica. Nesta edição, são esperadas 5 mil pessoas nos dois dias do evento, que toma o charmoso e histórico Trapiche Barnabé, na região portuária da cidade.

“Acreditamos que o festival é uma plataforma de desenvolvimento do mercado da música e uma vitrine do Brasil para a Bahia e da Bahia para o Brasil, mostrando para o país a cena fértil que acontece por aqui”, conclui Carol Morena, coordenadora do Radioca.

Além do palco

A ideia de fortalecer o mercado da música vai além do palco, com a realização de uma oficina inédita de fotografia de shows musicais. Victor Balde e Arthur Soares, da Snapic, empresa especializada de Sergipe, orientarão duas turmas de fotógrafos durante o festival. A dupla traz no currículo passagens por festivais como Paléo e Gurten (ambos na Suiça), Lollapalooza (SP), Do Sol (RN), Psicodália (SC) e são os fotógrafos oficiais do Universo Paralello (BA), Abril Pro Rock (PE) e Zons (SE).

Uma feira de artigos que unem música a moda e design também ocupa o Trapiche durante o festival. A exposiSONS alinha segmentos sonoros em um espaço informal para venda, divulgação e convivência e trará produtos musicais, projetos, selos e editoras independentes, instrumentos artesanais e serviços especiais. O stand terá também duas ações ambientais: troca-troca de CDs e coleta de e-lixo para o projeto JJ Lixo Eletrônico.

O artista plástico, ilustrador e quadrinista paraibano Shiko também vai expor suas obras no Radioca. Estão programadas sessões de autógrafos das 16h às 18h horas, nos dois dias de festival, no stand da marca Crioula, onde estarão expostas ilustrações em aquarela relacionadas à música e lambe-lambes, além de alguns dos seus quadrinhos.

Sobre os artistas

Livia Nery (BA) – A cantora, compositora e musicista baiana apresenta seu show Vulcanidades/Baile Experimento, em que brinca com teclado, sampler, voz e loop stations. A apresentação é resultado de novas fusões musicais e arranjos do seu repertório, que cruza música urbana com o cancioneiro brasileiro, aliando influências de ritmos jamaicanos ao universo oitentista das pistas de dança.

Pio Lobato convida Lucas Estrela (PA) – O guitarrista Pio Lobato é um dos responsáveis por alargar as fronteiras musicais do tecnobrega, misturando-o a outros elementos da música paraense e ajudando a diminuir barreiras e preconceitos. No show do Radioca, ele recebe o também guitarrista Lucas Estrela, que acaba de lançar o álbum “Farol” pelo Natura Musical.

Raymundo Sodré (BA) – Mestre do samba-chula da Bahia, Raymundo Sodré apresenta o seu novo disco “Os Girassóis de Van Gogh”. O show traz  novas composições e grandes sucessos, percorrendo seus 40 anos de música e seu vasto repertório de chulas, sambas, baiões, aboios e outros ritmos da cultura popular.

Far From Alaska (RN) – A banda de rock de Natal (RN) apresenta show do recém-lançado segundo disco, “Unlikely”. Seu rock pesado, com vocais femininos e letras em inglês é destaque na cena rocker do Brasil e já passou por festivais como Lollapalooza, Planeta Terra, Grito Rock, Bananada, DoSol, entre outros.

Rincon Sapiência (SP) – MC de grande destaque na atual cena do rap nacional independente, Rincon Sapiência faz show pela primeira vez em Salvador. O rapper apresenta o recém-lançado e celebrado álbum “Galanga Livre”, que une poesia politizada, discurso de auto-afirmação e influências das músicas africana, eletrônica e jamaicana.

Jadsa Castro (BA) – A cantora e compositora baiana usa os próprios sentimentos como objeto de estudo para as obras musicais e ilustrações de sua autoria. Também costuma incluir ao seu estado de espírito a Bahia, as cores, os orixás e frutas. O show apresente seu primeiro trabalho solo, “GODÊ”, lançado em 2015.

Mopho (AL) – A banda de rock alagoana celebra seus 21 anos com show de lançamento do álbum “Brejo”, o quarto de sua discografia, em que a trajetória progressiva e psicodélica do grupo parece ter encontrado a equação perfeita com a densidade emocional.

Quartabê (SP) – Transitando por diferentes sonoridades e referências musicais, do free jazz aoafrobeat, do eletrônico ao choro, a Quartabê é uma das bandas mais inventivas e originais da cena independente brasileira dos últimos anos.  Formado em 2014, a convite do “Festival Moacir Santos” (RJ), o quarteto se tornou em pouco tempo uma das principais referências da música experimental produzida no país. Seus dois álbuns, “Lição #1: Moacir” e “Depê”, homenageiam o maestro Moacir Santos.

Curumin (SP) – O cantor, compositor, produtor e multi-instrumentista paulistano Curumin apresenta o show do recém-lançado “Boca”, seu quarto álbum. Lançado 5 anos após seu último trabalho, o elogiado “Arrocha”, o disco foi produzido por Curumin ao lado de Lucas Martins e Zé Nigro, que também formam a banda nos shows da turnê.

Meté-Metá (SP) – Formado por Juçara Marçal (voz), Thiago França (sax) e Kiko Dinucci (guitarra), o grupo traz uma nova abordagem na música brasileira, fundindo elementos da canção brasileira com música africana, jazz e rock, além da aproximação da cultura afro-brasileira difundida pelos cultos afro-religiosos (candomblé). Seu álbum mais recente, “MM3”, traz fortes influências da África do Norte, de países como Marrocos, Etiópia, Niger e Mali.

Serviço

III Festival Radioca

Quando? 7 e 8 de outubro, 16h

Quem? Livia Nery (BA), Pio Lobato (PA) convida Lucas Estrela (PA), Raymundo Sodré (BA), Far From Alaska (RN) e Rincon Sapiência (SP) [7.10]; Jadsa Castro (BA), Mopho (AL), Quartabê (SP), Curumin (SP) e Metá Metá (SP) [8.10].

Onde? Trapiche Barnabé (Av. Jequitaia, n. 5, Comércio – Salvador, BA)

Quanto? R$50 e R$25 (meia entrada)

Vendas:

Sympla: https://www.sympla.com.br/radioca2017

Lojas Mito: Shoppings Paralela e Bela Vista; todos os dias das 9h às 22h.

Midialouca: Rua Fonte do Boi, Rio Vermelho; de segunda a sábado, das 8h às 0h.

Somos Coletivo Criativo: Shopping da Bahia; de segunda a sábado, das 9h às 22h, e domingos, das 13h às 21h.

Oliveiras: Rua Direita do Santo Antônio; de quinta a sábado, de 18h a 1h, um domingo por mês, de 14h a 22h.