Fernando Guerreiro emite nota de pesar pelo falecimento do antropólogo, professor e comentarista de rádio, Roberto Albergaria

Serviços
3 de julho de 2015
por Genilson Coutinho

algune

A Bahia perde uma das suas inteligências mais brilhantes. Erudito por formação, mas extremamente popular, irônico e sarcástico na popularização do seu conhecimento. A Bahia perde um descendente direto de Gregório de Mattos extremamente crítico e bem humorado. Cheio de opinião, nunca fazia concessões e era implacável ao defender o jeito baiano de ser. A Bahia perde um legítimo representante da sua alma e estilo.

Formado em História, em 1974, Albergaria foi professor da Faculdade de Filosofia e Ciências Humanas da UFBA por mais de 20 anos e era Doutor em Antropologia pela Universidade Paris VII, na França. Seu trabalho se concentrava na área da antropologia do cotidiano, urbana e histórica, atuando principalmente nos seguintes temas: mídia, carnaval, sociabilidade, simbolismo e baianidade. Conhecido por seu tom irônico e debochado, Albergaria era conhecido pela sua versatilidade e sua capacidade de falar com propriedade dos mais variados assuntos.

Ainda não há informações sobre a causa da morte, nem sobre o sepultamento.

Fernando Guerreiro

Presidente da Fundação Gregório de Mattos