‘Ex-gay’, Ronaldo Ésper diz que era homossexual por maldição

Notícias
24 de dezembro de 2018
por Genilson Coutinho

O estilista Ronaldo Ésper afirma que virou ex-gay graças a Igreja Universal (Foto: Divulgação)

Convidado do programa Pânico da ultima  quarta-feira (19), Ronaldo Ésper, que afirma não se identificar mais como homossexual, explica que a sua mudança tem a ver com a sua religião. Há cinco anos, o estilista frequenta a Igreja Universal do Reino de Deus, e em sua nova fé, ele vê a homossexualidade como uma maldição e diz ter sido vítima disso.

“Eu fui amaldiçoado por uma tia quando era criança”, afirmou Ésper no programa Pânico. “Ela me jogou na piscina e eu estava me afogando. Ela não gostava de mim, já era homofóbica desde sempre”, continuou.

O estilista ainda diz que nunca gostou de ser homossexual. “Eu passei a vida inteira sendo homossexual por causa dessa maldição, mas eu não gostava disso, gostava da farra”, completou.

 Além de falar sobre a sua vida íntima, Ésper também comentou sobre a época da ditadura militar, que ele afirma ter saudades. “O período militar foi maravilhoso, só apanhava quem era contra. Eu era estudante de filosofia e nunca apanhei, não posso me queixar. A juventude acha que foi um terror, mas não foi um terror”, disse.
  • Milla Carol

    Meu deus, que morte horrível.