EUA aprovam a primeira pílula de prevenção ao vírus da Aids

Sem categoria
16 de julho de 2012
por Genilson Coutinho

A agência responsável pela regulamentação de medicamentos nos Estados Unidos confirmou  a eficácia da pílula “anti-aids” nesta segunda-feira 12. O remédio chamado Truvada, do laboratório Gilead Sciences, é o primeiro liberado pela Food and Drug Administration (FDA) com essa indicação, porém  só poderá ser  utilizado em determinados  grupos de risco.  “O Truvada é para utilizar na profilaxia prévia à exposição em combinação com práticas de sexo seguro para prevenir as infecções do HIV adquiridas por via sexual em adultos de alto risco”, disse a FDA em comunicado oficial.

Ainda conforme  comunicado oficial, a agência ressaltou  que o uso do remédio é auxiliar e não deve substituir os preservativos. Como qualquer outra droga antirretroviral, a utilização pode causar vômito, diarréia, tontura e outros efeitos colaterais.

O novo medicamento  deverá ser indicado para  homens gays, travestis e outros homens que fazem sexo com outros homens, já que os estudos mais conclusivos dizem respeito a este grupo. “As demais pesquisas, como a com profissionais do sexo ou com casais discordantes [em que um parceiro tem o vírus e outro não], por exemplo, ainda não foram conclusivas”, declarou o infectologista Ricardo Shobbie Diaz, responsável pelo estudo.