Estreia em março espetáculo sobre universos masculinos em Salvador

Sem categoria
7 de março de 2014
por Genilson Coutinho

Mais uma vez a ATeliê voadOR estreia uma produção teatral que mergulha fundo em sistemas culturais de nossa sociedade. Dessa vez, a companhia faz um pouco de etnografia através do teatro ao abordar três histórias de práticas sexuais públicas que, de modo geral, costumam despertar reprovação moral e repugnância estética.

Criadas por Djalma Thürler, as histórias são inspiradas no livro de Camilo Braz “À meia luz…uma etnografia em clubes de sexo masculinos” e serão apresentadas ao público às quartas-feiras, a partir do dia 12 de março, no Cabaret do Teatro Vila Velha.

Concebido como um espetáculo de variedades, a proposta de “Coral” é convidar o espectador a percorrer e desvendar, pelo avesso, uma série de convenções sobre a masculinidade em uma experiência de exibição, fetiche e prazer. Em graus variados, as três cenas materializam um imaginário de sacanagem secreta e silenciosa entre homens, mobilizando fantasias de domínio, opressão, violência e rendição.

 

SERVIÇO

Local: Cabaret do Teatro Vila Velha

Dia: Quartas-feiras (12, 19, 26 de março e 02 de abril)

Horário: 20:00

Texto coral e direção: Djalma Thürler

Elenco: Duda Woyda, Rafael Medrado, Talis Castro

Direção Musical: Roberta Dantas

Banda Coral: Maira Lins, Roberta Dantas, Tatiana Trad

Produção: Ateliê voadOR Companhia de Teatro