Espetáculo LGBT lotou estação da Lapa

Sem categoria
8 de abril de 2013
por Genilson Coutinho


Música eletrônica, exibições de vídeos, desfiles e reflexões sobre o universo LGBT foram debatidos na Estação da Lapa, na noite do último sábado (6), para uma multidão que compareceu na primeira apresentação do espetáculo Casulo, do ator e diretor Ângelo Flávio.
Homofobia, violência e depoimentos de travestis e transexuais emocionaram o público que assistiram por quase duas horas a exemplos de historias e lutas da comunidade LGBT na Bahia. Com um cenário interativo, público e atores participavam juntos das intervenções dos personagens.

Foi a primeira vez que a Estação da Lapa recebeu um espetáculo desse porte, mostrando potencial para se tornar mais um espaço de difusão cultural da cidade. Mulheres, crianças e a classe artista de Salvador que marcou presença saíram satisfeitos com a mistura e ousadia do espetáculo, que retorna no próximo sábado (13), a partir das 21h, no mesmo local.

A montagem traz uma discussão transversal entre direitos humanos, identidade, diversidade, cidadania, afirmação e negação dos gêneros através de uma linguagem que funde ficção e depoimentos verídicos da comunidade LGBT. O roteiro é resultado de um levantamento feito através de entrevistas, fotografias e filmagens nos pontos de prostituição e casas noturnas de Salvador.
O objetivo do espetáculo é despertar o sentimento de cidadania e respeito às diferenças e dar visibilidade ao discurso da comunidade LGBT, afim de desfazer preconceitos. Em 2012, foram contabilizados 272 assassinatos de homossexuais no Brasil. A Bahia liderou pelo sexto ano consecutivo o ranking de estados mais homofóbicos, com o índice de 10,66% do total de casos registrados no país.
Fotos: Genilson Coutinho