Espetáculo de teatro sobre relacionamento gay estreia no Teatro Vila Velha

No Circuito, Teatro
14 de setembro de 2017
por Genilson Coutinho
IMG_0555

Foto: Marcio Meirelles/ divulgação

Um homem ainda apaixonado depois do fim de seu relacionamento, suas memórias e o desejo de ter de volta o seu grande amor. Esse é o mote do espetáculo ‘A Persistência das Últimas Coisas’, que estreia no Teatro Vila Velha no dia 28 de setembro. A peça é dirigida pelo diretor Celso Júnior, que comemora 30 anos de carreira. Os ingressos já estão à venda, em preço promocional (R$ 20/ R$10) no siteingressorapido.com.br/compra/?id=59189#!/tickets.

O espetáculo é uma montagem inédita no Brasil de um texto argentino, do diretor Juan Ignacio Crespo, que estreou no nosso país vizinho em 2014. ‘A persistência das últimas coisas’ traz os conflitos de Federico, vivido pelo ator Vinicius Bustani, um jovem inconformado com o término de seu namoro com outro rapaz, que na versão baiana é interpretado por Igor Epifânio, vencedor do Prêmio Braskem 2017 de Melhor Ator. Mas Federico não enfrenta esse momento sozinho, ele conta com a colaboração de uma grande amiga e confidente, vivida por Paula Lice. “Lembranças, criações da imaginação e abandono se alinham para criar um retrato fragmentado e não-linear da vida afetiva desse jovem contemporâneo e urbano”, explica Celso.

“‘A persistência das últimas coisas’ trata de assuntos absolutamente universais como o amor e a sua perda”, aponta o diretor. “Me interessa também a tomada de consciência da personagem que percebe que o fracasso amoroso é uma representação da sua mortalidade: terminar um relacionamento é morrer um pouco, é se aproximar do fim”, completa o diretor.

O espetáculo fica em cartaz entre os dias 28 de setembro e 8 de outubro, sempre de quinta-feira a domingo. De quinta a sábado às 20h e aos domingos às 19h, no Teatro Vila Velha, no Passeio Público. Os ingressos custarão R$ 30 (inteira) e R$ 15 (meis) na bilheteria. A peça é indicada para maiores de 18 anos.

SERVIÇO
O quê: espetáculo teatral: A persistência das últimas coisas

Onde: Teatro Vila Velha

Quando: de 28 de setembro a 8 de outubro, quinta a domingo

Horários: quinta a sábado: 20h / domingo – 19h

Quanto: R$ 20 (inteira)/ R$ 10 (meia) antecipadamente no www.ingressorapido.com.br/compra/?id=59189#!/tickets

R$ 30 (inteira)/ R$ 15 (meia) na bilheteria.

Duração: 70 min

Classificação etária: 18 anos

FICHA TÉCNICA

Texto: Juan Ignacio Crespo

Tradução: Celso Jr.

Elenco: Igor Epifânio, Paula Lice e Vinícius Bustani

Cenografia: Rodrigo Frota e Erick Saboya

Figurinos: George Vladimir

Iluminação: João Sanches

Sonoplastia: Celso Jr.

Mediação: Isabela Silveira

Assessoria de comunicação: Daniel Silveira

Produção e direção: Celso Jr.

  • gcolletive

    Quem já teve a oportunidade de assistir sabe que é um espetáculo com intensa carga dramática, 220 volts todo o tempo.
    Sorte dos amigos soteropolitanos, quem sabe o espetáculo privilegie outros locais