Espanha celebra dez anos de legalização do casamento gay: 31.610 uniões já realizadas

Notícias
1 de julho de 2015
por Genilson Coutinho

No momento em que a Suprema Corte dos Estados Unidos aprova a legalização do casamento entre pessoas de mesmo sexo, a Espanha comemora o aniversário de dez anos dessa conquista no país. Em 30 de junho de 2005, o parlamento e o senado espanhóis sancionaram a lei, que entrou em vigor três dias depois, em 3 de julho. Duas semanas mais tarde, no dia 11, a nação espanhola conheceu seu primeiro casal homossexual reconhecido oficialmente. Emilio Menéndez e Carlos Baturín, na época juntos há 30 anos, casaram-se em Madri.

Homossexuais se beijam em frente ao parlamento da Espanha, em Madri, após a legalização do casamento entre pessoas de mesmo sexo, em 2005 (Foto: Susana Vera/ Reuters)

Homossexuais se beijam em frente ao parlamento da Espanha, em Madri, após a legalização do casamento entre pessoas de mesmo sexo, em 2005 (Foto: Susana Vera/ Reuters)

A lei fez da Espanha o terceiro país a aprovar o matrimônio entre pessoas de mesmo sexo, atrás apenas da Holanda e da Bélgica, e 17 dias antes do Canadá. Apesar de o país ter uma reputação de tradicional e religioso, 66% da população da época apoiavam o casamento gay.

Entre 2005 e 2015, houve 31.610 casamentos entre homossexuais e lésbicas na Espanha, de acordo com o Instituto Nacional de estatísticas (INE).

A semente da lei sobre casamento igualitário surgiu em 2004, com a eleição do socialista José Luis Rodríguez Zapatero, que fez uma petição sobre o asusnto. Desde a introdução do casamento entre pessoas de mesmo sexo no país, a Espanha costuma aparecer em boas colocações em rankings que mostram os lugares que mais defendem os direitos da comunidade LGBT.

*As informações são do O Globo.