Notícias

Escócia é primeiro país do mundo a incluir história LGBTQ+ no currículo escolar

Genilson Coutinho,
12/06/2020 | 19h06

O governo da Escócia oficializou decisão nesta sexta-feira (12) que obriga todas as escolas públicas do país a ensinar história LGBTQ+ para os seus alunos a partir de 2021. Isso ocorre após uma batalha de quase dois anos liderada pela organização Time for Inclusive Education (TIE), segundo informações são da revista Glamour.

“A Escócia já é considerada um dos países mais progressistas da Europa para a igualdade LGBTQ+. Estou animado com mais esta medida, inédita no mundo, que tomamos neste sentido”, comentou o secretário de educação do país, John Swinney.

O currículo aprovado para as instituições de ensino escocesas inclui uma visão ampla e abrangente da história do movimento por direitos LGBTQ+ e de sua origem às conquistas atuais, além de conteúdos abordando e condenando atos homofóbicos, transfóbicos e bifóbicos.

Ação combate lei discriminatória

A proposta de incluir currículo LGBTQ+ nas escolas escocesas foi desenvolvida como resposta a uma lei aprovada em 1988 pelo parlamento do país, proibindo autoridades locais de “promover a homossexualidade”.

Em 2001, a lei foi originalmente revogada, mas ativistas argumentam até hoje sobre o “legado destrutivo” no país, que incluía a ausência de qualquer conteúdo LGBTQ+ no currículo escolar.

Jordan Daly, fundador da Time for Inclusive Education (TIE), definiu a nova legislação como “uma enorme vitória e um momento histórico”. “Em uma época de incerteza global, essa decisão manda uma mensagem clara para jovens LGBTQ+: vocês são valorizados aqui na Escócia”, definiu.

Significado de LGBTQ +

Atualmente, o termo LGBTQ + é o mais utilizado para promover a diversidade das culturas baseadas em identidade sexual e de gênero. Ele engloba: lésbicas, gay, bissexuais, travestis e transsexuais. O termo foi aprovado no Brasil em 2008 em uma conferência nacional para debater os direitos humanos e políticas públicas sobre o meio.

O “Q” de queer – incluído depois na sigla – engloba todas as orientações e identidades, sem se especificar em apenas uma delas.