Enxaguada du Bonfim celebrou o samba no dia do Senhor do Bonfim

Música, No Circuito
16 de janeiro de 2015
por Genilson Coutinho

Enxaguada du Bonfim foto Imas Pereira (4)

No palco do Museu du Ritmo, o samba carioca se encontrou com o samba baiano. “Costumo dizer que o samba nasceu no mar para não ter ciúme, mas uma coisa é indiscutível: o samba é brasileiro”, disse Carlinhos Brown minutos depois de encerrar a oitava edição da Enxaguada du Bonfim, ontem. A festa, que integra a tradicional Lavagem do Senhor do Bonfim, foi transmitida ao vivo pelo site de Brown e visto por países como Índia, EUA, Argentina, Espanha, Alemanha, México, Itália e Canadá.

O Cacique convidou ao palco artistas como Nelson Rufino, Mariene de Castro e a Portela, escola de samba carioca, que no Carnaval deste ano vai receber Carlinhos Brown para ser o Rei da Percussão na segunda-feira, 16 de fevereiro. Os Filhos de Gandhy abriram o evento, que começou por volta das 15h. Logo depois da participação da Escola de Samba da Portela, as baianas que entraram no palco com o andor e seguiram, com Carlinhos Brown, numa procissão em direção ao camarote.
fotos: Imas Pereira