Encontro no Centro Histórico enfatiza relações entre corpo e moda

In Moda
4 de novembro de 2016
por Genilson Coutinho

dior-paris-2010-credito-renata-pitombo

Com o objetivo de instigar o olhar para o universo da moda a partir da relação do corpo com o cotidiano numa sociedade globalizada, a Universidade Federal da Bahia (UFBA), através do IHAC (Instituto de Humanidades, Artes e Ciências), e a Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB) promovem, em Salvador, no dia 10 de novembro, a primeira edição do Encontro Corpo e Moda – uma iniciativa do Grupo de Pesquisa Corpo e Cultura (cadastrado no CNPq), sob coordenação da professora Dra. Renata Pitombo Cidreira.

O evento, que acontecerá a partir das 16h, no espaço cultural Casa de Castro Alves (Santo Antônio Além do Carmo), terá como convidada a Profa. Dra. Beatriz Ferreira Pires, da Universidade de São Paulo (USP) / Escola de Artes, Ciências e Humanidades (EACH). Autora dos livros O Corpo como Suporte da Arte – Piercing, Implante, Escarificação, Tatuagem (2005) e Corpo Inciso, Vazado, Transmudado – Inscrições e Temporalidades (2009), Beatriz Ferreira Pires fará uma palestra sobre o conceito Body Modification, usado para designar as modificações corporais executadas das mais diversas formas – usando-se desde produtos químicos até intervenções cirúrgicas. Intervenções estas que nos apresentam uma nova realidade em que as definições de natureza e cultura se interpenetram, causando na maioria das vezes um desconforto, um estranhamento. “Ao estranho, cabe à função de nos remeter a zonas nebulosas, nas quais, com maior ou menor grau de intensidade, o previsto, o ordinário e o comezinho são inabituais. Apreender o que nelas há, requer ir além da margem, vazar de si”, afirma a arquiteta, artista visual e pesquisadora.

Compõe ainda a programação do Encontro Corpo e Moda a abertura da exposição Imagem de Moda: Vitrina e Cotidiano, de autoria da Profa. Dra. Renata Pitombo Cidreira. A mostra reúne fotos de vitrines de grandes marcas de moda produzidas em Paris, Milão e Madrid em 2010, 2014 e 2016. Os visitantes poderão ver registros de maisons como Chanel, Dior, Prada, Armani e Lanvin, que buscam evidenciar a força das composições visuais, através das cores, texturas e volumetrias; bem como investigar a relação especular das imagens das vitrinas na conformação imaginária e identitária dos sujeitos, no entrelaçamento com o cotidiano que os cerca. “O interesse por elas está para além do lançamento de tendências. As fotos procuram evidenciar a força da imagem, enquadramentos, narrativas possíveis e o aguçamento do desejo. Desejo de fazer parte daquele mundo num movimento de transposição imaginária”, conta Renata Pitombo Cidreira.

A Casa de Castro Alves, espaço integrado de memória, cultura popular, arte e educação, também receberá, às 17h30, música ao pôr do sol, com apresentação do coral caetanUFBA. O grupo de extensão da universidade foi criado em 2012 com o objetivo homenagear Caetano Veloso pelos seus 70 anos. A direção do coral é assinada pelo maestro Carlos Bernas, com o apoio da Profa. Dra. Marilda de Santana, vice-coordenadora do BI em Artes, IHAC/UFBA.  Para fechar a programação, noite de autógrafos com publicações da Profa. Dra. Beatriz Ferreira Pires.

O evento aberto ao público – que tem apoio do Programa Multidisciplinar de Pós-Graduação em Cultura e Sociedade da UFBA – promete atrair, sobretudo, pesquisadores, professores, estudantes de pós-graduação, além de estudantes de graduação de várias áreas (Comunicação, Ciências Sociais, Cinema, Artes Visuais, História), interessados em ampliar o conhecimento em moda, compreendendo-a como um processo cultural que encontra no corpo incontáveis possibilidades para a expressão de sentidos.

Sobre as autoras

Beatriz Ferreira Pires

Arquiteta, artista visual, professora e pesquisadora do Curso de Têxtil e Moda da EACH/USP. Possui Pós-Doutorado (Bolsa Fapesp/2009) pelo programa “Moda, Cultura e Arte” – Centro Universitário SENAC-SP. Doutorado (Bolsa Fapesp/2006) em “Educação, Conhecimento, Linguagem e Arte”- FE/Unicamp. Mestrado (Bolsa CNPq/2001) – IA/Unicamp. Autora dos livros: “O Corpo como Suporte da Arte”. SENAC, 2005; “Corpo Inciso, Vazado, Transmudado – Inscrições e Temporalidades”. Annablume/FAPESP, 2009.

Renata Pitombo Cidreira

Doutora em Comunicação e Cultura Contemporâneas pela UFBA, onde também fez Mestrado e formou-se em Jornalismo. Em 2011, fez pós-doutorado em Sociologia no Centro de Estudos sobre o Atual e o Cotidiano, da Université René Descartes (Paris V – Sorbonne). Entre 2003 e 2006, coordenou o curso de graduação em Comunicação e Produção em Moda da FTC Salvador, onde liderou o grupo de pesquisa Moda Mídia. Atualmente, é professora associada da UFRB e líder do grupo de pesquisa Corpo e Cultura (UFRB). Também atua na pós-graduação em Moda, Artes e Contemporaneidade da UNIFACS e no Programa Multidisciplinar de Pós-Graduação em Cultura e Sociedade da UFBA, além de participar do grupo de pesquisa Estética e Existência da mesma universidade.

 

SERVIÇO

Acesso: Evento aberto ao público.

Data: 10 de novembro (quinta-feira)

Local: Casa de Castro Alves (Santo Antônio Além do Carmo, Centro Histórico) | www.casadecastroalves.com

Programação:

16h – Palestra Beatriz Ferreira Pires

17h30 – Som ao por do sol

19h – Abertura da exposição Imagem de Moda: Vitrina e Cotidiano (Autora: Renata Pitombo Cidreira)

19h30 – Noite de autógrafos com produções de Beatriz Ferreira Pires.