Emoção e homenagens marcaram final do concurso “Esse Artista sou Eu Gay”; veja as fotos

Notícias
14 de março de 2016
por Genilson Coutinho

As finalista e ScherMercury

A noite da ultima sexta-feira (11) foi de disputa, emoção e muitas homenagens na grande final do concurso “Esse Artista Sou Eu gay”, que aconteceu no bar Âncora do Marujo. A competição promovida por Scher tenha como pano de fundo um curso de caracterização que movimentou a casa durante dois meses com a disputa entre 11 candidatas, das quais chegaram à final Alehandra Dellavega, Cindy Winks Lamarcky,  Eyshilla Borboleta e Safira.

Dueto especial entre Ferah e Alehandra Dellavega

Na noite decisiva, a missão foi de se caracterizar como as estrelas do transformismo Andrezza Lamarcky, Bagageryer Spilberg Baga ou Marina Garlen Dion Santtyago, das quais as duas últimas se fizeram presentes para prestigiar o evento. Cada candidata buscou representar tais ícones do transformismo baiano com detalhes nas interpretações, apostando na reprodução do jeito de ser das homenageadas para conquistar o público e o corpo de jurados. Porém, a noite foi de Eyshilla Borboleta, que entrou absoluta da maquiagem ao vestido para homenagear Baga e já nos primeiros passos sobre o palco foi ovacionada pelo público como vencedora da noite.

A noite ainda reservou uma homenagem a Marina Garlen e Andrezza, duas grandes estrelas que partiram recentemente.

A eleita foi merecedora da conquista “sem marchas de dúvidas”, como costuma dizer Baga. Eyshilla não brincou em serviço e emocionou o público, a homenageada e acabou também emocionada. “Estou muito feliz por ter conquistado o título e, ao mesmo tempo, por descobrir cada dia mais que sou um artista e que posso ser quem desejar. Se não fosse o apoio das amigas aqui no palco eu não estaria aqui. Sou grata por tudo a cada um de vocês”, afirmou. Na sequência da classificação final, ficaram Cindy Winks (2º lugar), Alehandra Dellavega (3º lugar), Safira (4º lugar) .

Safira

 

. Eyshilla a grande vencedora

Veja a galeria .