Em três anos, Nova Concha já recebeu mais de 160 espetáculos

Música, No Circuito
16 de maio de 2019
por Genilson Coutinho

Maria Bethânia fez o show de reinauguração – Foto: Genilson Coutinho

A Concha Acústica do Teatro Castro Alves (TCA), em Salvador, completou três anos de funcionamento em uma nova estrutura. A reforma realizada pelo Governo do Estado, com R$ 90 milhões em investimentos, proporcionou mais modernidade e conforto para quem frequenta o espaço.
Desde 13 de maio de  2016, o público tem mais uma opção de acesso ao espaço pela Esplanada do TCA, além de banheiros climatizados e recursos de acessibilidade, como elevadores e plataformas para cadeirantes. Os artistas e equipes também contam com melhor suporte técnico.
“Esses três anos foram lindos. Houve um acerto sensacional do Governo do Estado ao entender que este lugar existe em três tempos: passado, presente e futuro. A gente soube aproveitar essa pré-existência, uma vez que a Concha se confunde com o Teatro Castro Alves, com a história da música na Bahia e no Brasil”, afirma o diretor do TCA, Moacyr Gramacho.

Gal Costa em 2017 Genilson Coutinho

5

Ele explica ainda que “a intervenção buscou de uma forma extremamente sutil potencializar essa pré-existência, mas mantendo as principais características do espaço. Uma das características mais importantes e que faz com que a Concha Acústica seja uma experiência única é a relação entre a distância e a inclinação da plateia, que foi mantida. Em paralelo, foram feitas mais intervenções”.
Estrutura
No formato antigo, segundo Moacyr Gramacho, não havia mais condições de manter o equipamento funcionando por conta das mudanças nas regras de segurança. “Nós teríamos que baixar nosso público para 3 mil expectadores, o que inviabilizava e dava outra experiência”, conta. A reforma promoveu adequações na parte dos acessos e no traçado de evacuação. A capacidade foi reduzida de 5,5 mil para 5 mil pessoas. “Em compensação, com o sucesso da intervenção, o público da Concha nesses três anos ‘pipocou’, chegando a quase 600 mil pessoas”, completa o diretor.

Vanessa da Mata – Foto Genilson Coutino

Uma passarela projetada como suporte para instalação de equipamentos de sonorização, iluminação, projeções ou mesmo cenografia faz parte da nova estrutura. A área destinada a artistas e produtores também foi totalmente refeita. Agora são cinco camarins, sendo dois coletivos e três individuais. Há ainda uma Sala Multiuso para atendimento de diversas demandas, tal qual a realização de coletivas de imprensa ou mesmo a transmissão ao vivo para rádio e televisão.
Diversidade 
 
Nesses três anos, a Nova Concha recebeu 580 mil pessoas e mais de 160 espetáculos, com atrações para todos os gostos. Passaram pelo palco nomes como Milton Nascimento, Caetano Veloso, Gilberto Gil, Gal Costa, Marisa Monte, Alceu Valença, Nação Zumbi, Racionais MC’s, além das atrações dos festivais ‘Eu Sou a Concha’ e ‘Concha Negra’.
“Para acontecer um único espetáculo na Concha, a gente tem praticamente 250 pessoas envolvidas, que vão de segurança, ambulância, pessoas que montam o espetáculo, nos bastidores. É um desafio de uma equipe muito grande e muito unida. Isso é que faz com que os espetáculos tenham uma força muito grande. Os artistas adoram essa relação de estar tão perto desse paredão de gente”, declara a diretora artística do TCA, Rose Lima.
Para 2019, a programação continua diversa e focada em formatos e públicos variados. “Temos vários públicos. A diversidade é muito grande”, completa Rose. Neste sábado (18) e domingo (19), por exemplo, a Concha recebe apresentação do youtuber Luccas Neto. Já no dia 2 de julho, o Concerto da Independência vai reunir a Baiana System e a Orquestra Sinfônica da Bahia (Osba). Nos dias 13 e 14 de julho, haverá o Rock Concha, marcado o Dia Mundial do Rock. A programação completa pode ser conferida no site do TCA (www.tca.ba.gov.br).