Em formato inédito, parada de Brasília é promovida neste domingo (25)

Notícias
23 de junho de 2017
por Genilson Coutinho
parada brasilia lgbts

No domingo 25, com saída do Congresso Nacional, será realizada a 20ª Parada do Orgulho LGBTS de Brasília. São esperadas mais de 50 mil pessoas para caminhar sob o tema “Religião, não se impõe. Cidadania, se respeita”, que tem foco na defesa do Estado laico.

A semana na capital da República está bem arco-íris. A programação da parada inclui mostra fotográfica na Estação Central do metrô com LGBT que seguem uma religião, entrega de prêmio de direitos humanos LGBT no tradicional Cine Brasília, seminário, mesas de debate e duas festas.

E não se engane com o alto número de edições, pois não vai ser mais do mesmo. A parada de Brasília vem com formato inédito neste ano. Trata-se do que a Associação da Parada do Orgulho LGBTS de Brasília chama de momentos.

Ao longo do trajeto, o público será surpreendido com performances, luzes e outras atrações. Grande parte delas não estão na marcha, mas sim ao lado do percurso. Para tal, a entidade organizadora convidou produtores de festas, clubes e agência de performers da cidade.

O novo conceito de marcha LGBT será feito com ajuda das festas Pop Bear, Brave e Farra, e da agência Posers. Haverá um realizado pela própria entidade, que pediu envio de fotos de beijos ao público. A cantora Daniela Mercury, inclusive, mandou imagem para participar. Sobre que cada momento terá, o segredo é total. O objetivo é mesmo surpreender.

O alto nível de animação começará na abertura. A partir das 14h, começa o misto de música e discursos ativistas. Logo após, haverá show do cantor brasiliense Filipe Fiakra, que coleciona elogios por seu cover de “Homem com H”, de Ney Matogrosso. A contagem regressiva para o início da caminhada será marcado por um novo tipo de bandeira arco-íris, outro segredo