Elias Santos expõe As Vozes do Ancestral na Galeria Pierre Verger

No Circuito
4 de dezembro de 2014
por Genilson Coutinho

As Vozes do Ancestral - Elias Santos (1)

No próximo dia 9 de dezembro (terça-feira), às 20 horas, acontece a abertura da exposição As Vozes do Ancestral, do artista visual Elias Santos, na Galeria Pierre Verger, no Complexo Cultural dos Barris. Com infogravuras concebidas a partir de esboços feitos com caneta esferográfica sobre papel, posteriormente digitalizados e reelaborados no programa CorelDraw, o autor busca se aproximar dos territórios afetivos ligados à herança dos ancestrais africanos. A mostra seguirá com visitação até 13 de janeiro de 2015, de segunda a sexta, das 9 às 18 horas, com entrada franca, encerrando a temporada de realizações selecionadas pelo edital Portas Abertas para as Artes Visuais 2013, promovido pela Fundação Cultural do Estado da Bahia (FUNCEB), entidade vinculada à Secretaria de Cultura do Governo do Estado da Bahia (SecultBA).

No dia da abertura, será também realizada uma intervenção performática do ator Ronald Vaz, com intuito de criar uma atmosfera de religação com as forças ancestrais. O performer irá mediar o público nesta conexão entre vida, arte e religiosidade.

As dez gravuras reunidas foram impressas em papel fotográfico, com laminação fosca. Há ainda três telas em acrílico. No conjunto, elas vislumbram a possibilidade de trabalhar com a energia de Exu, orixá de caráter irreverente, provocador e sexual, com duas polaridades: negativa e positiva. Com essa noção de polos, foram criadas formas híbridas, hermafroditas, coexistência de tendências indefinidas que apontam para um contínuo de possibilidades existentes entre o masculino e o feminino. Ao reelaborar aspectos de uma religiosidade tão presente no corpo e no inconsciente, o artista dialoga com o passado utilizando a modernidade tecnológica.

Exposição As Vozes do Ancestral, de Elias Santos

Abertura: 9 de dezembro (terça-feira), 20h

Visitação: Até 13 de janeiro de 2015, de segunda a sexta, das 9h às 18h

Onde: Galeria Pierre Verger

(Rua General Labatut, 27, Barris. Subsolo da Biblioteca Pública do Estado da Bahia – Salvador/BA)

Quanto: Grátis