É de batalhas que se vive a vida

Comportamento, Social
20 de maio de 2014
por Genilson Coutinho

jean_wyllys

Por Jean Wyllys*

No último sábado  Dia Internacional contra a Homofobia (17 de maio) me pego pensando sobre os avanços no que diz respeito à luta pela dignidade da população brasileira de lésbicas, gays, bissexuais, travestis e transexuais. Para mim e tantos outros ativistas de Direitos Humanos foi um período de muita luta pelos direitos da comunidade LGBT (lésbicas, gays, bissexuais, travestis e transexuais). Naturalmente, tivemos avanços e retrocessos, vitórias e derrotas, mas, sobretudo, avançamos. E muitas vezes travamos uma luta pelo mais básico: as questões relativas à nossa população fossem tratadas com a seriedade e com a responsabilidade com que devem ser.

Vimos coisas ruins como um pastor sendo agredido durante evento de Malafaia, em Brasília, por ser considerado homossexual; a apresentação de um absurdo projeto de cura gay; a CDHM sendo presidida por um deputado homofóbico e racista; a tentativa de realizar plebiscitos em questões de Direitos Humanos; o aumento das agressões homotransfóbicas; articulações diversas contra a conquista de direitos por parte da comunidade LGBT; o governo colombiano rejeitando o casamento igualitário e alguns países, terrivelmente, criminalizando a homossexualidade.

Por outro lado, tivemos significativas vitórias: tivemos uma base militar dos Estados Unidos celebrando um casamento gay; o grupo dedicado a uma suposta cura da homossexualidade, o Exodus, após 37 anos de prática de puro charlatanismo, pedindo perdão às pessoas LGBT e encerrando suas atividades; o casamento igualitário sendo legalizado no Uruguai, na França, no Reino Unido e na Nova Zelândia; leis pró-LGBT sendo sancionadas em Cuba e o primeiro político assumidamente gay na Turquia.

Autor: *Jean Wyllys é jornalista e linguista, deputado federal pelo PSOL-RJ e integrante da frente parlamentar em defesa dos direitos LGBT.

 ESTADO LAICO – O artigo 19 º da Constituição Federal nos explica:  
Art. 19. É vedado à União, aos Estados, ao Distrito Federal e aos Municípios:
I – estabelecer cultos religiosos ou igrejas, subvencioná-los, embaraçar-lhes o funcionamento ou manter com eles ou seus representantes relações de dependência ou aliança

29/01 – Dia das Travestis e Transexuais
17/05 – Dia  Nacional de Luta contra a Homofobia  
28/06 – Dia do Orgulho LGBT  e dia do Internacional dos Gays
29/08 – Dia das Lésbicas 
23/09 – Dia dos Bissexuais