Duas menores de idade serão julgadas no Marrocos por homossexualidade

Comportamento, Social
4 de novembro de 2016
por Genilson Coutinho

Por EFE

Duas adolescentes marroquinas serão julgadas em Marrakech, no sul do Marrocos, acusadas de homossexualidade após terem sido fotografas por um familiar de uma delas, informou na quarta-feira, 02, à Agência Efe, o ramo local da Associação Marroquina de Direitos Humanos (AMDH).

As duas meninas, de 16 e 17 anos de idade, comparecerão em uma primeira audiência perante o Tribunal de Primeira Instância de Marrakech nesta sexta-feira, 04, explicou a nota.

As duas menores foram detidas em 28 de outubro depois que o parente de uma delas as fotografou desde o terraço de um edifício no bairro de Ha Mohamadi em Marrakech enquanto estavam se beijando e as denunciou perante a polícia.

Direitos LGBT: o parente de uma delas as fotografou desde o terraço de um edifício no bairro (Danish Siddiqui / Reuters/)

O representante da AMDH Omar Arbib criticou o julgamento de qualquer pessoa por suas orientações sexuais e pediu libertação das duas jovens.

No Marrocos, a homossexualidade é punida com até três anos de prisão pelo Código Penal em seu artigo 489, que persegue a comissão de atos contra natureza com indivíduos do mesmo sexo.