Drinques Juninos: sommelier ensina receitas com gin e cachaça para fugir do tradicional

Gastronomia, No Circuito
25 de junho de 2020
por Genilson Coutinho

Mesmo em isolamento social, quem gosta dos festejos juninos está dando um jeitinho de manter viva a tradição mesmo em casa. As comemorações de São João são marcadas por muito forró, mesa farta, arrasta-pé e, claro, bebidas tradicionais. Para aqueles que querem trazer um toque especial para a noite junina, Paulo Carvalho, sommelier de cachaça e parceiro da empresa baiana de bebidas, Paramana Gin, ensina duas receitas de drinques com gin e cachaça sem perder a tradição do São João.

Batizada de Arraiá Paramana, a bebida que leva gin na mistura combina as notas tropicais do coentro, acaçuz, do zimbro e da angélica do gin Paramana com os toques de laranja e a versatilidade do licor Cointreau, criando uma bebida refrescante e de aroma suave. “Numa taça com gelo, colocamos 50ml do gin, 30ml do licor e 300ml de Schweppes citrus. Para trazer um amargor ao drinque, batemos uma cerveja estilo ipa no liquidificador e acrescentamos apenas a sua espuma por cima da bebida. Por fim, decoramos com raspas de limão e gengibre”, conta. Ele promete que o drinque proporciona uma mistura equilibrada para quem está disposto a saborear algo além do tradicional.

Já para os apreciadores de uma boa cachaça, o drinque, batizado de São João da Guarda, traz para a caipirinha a lembrança de um tradicional quentão. A bebida propõe a mistura do sabor tradicional da rapadura, do gengibre, do limão taiti e da cachaça Maria Guarda. “A cachaça e a rapadura são itens clássicos na mesa dos brasileiros, além do gengibre e do limão. A facilidade de acesso aos ingredientes é uma das ideias principais para esse drink”, explica o sommelier. “Separe 2 fatias de gengibre em um copo e macere antes de incluir 1 limão cortado em rodelas e 70 gramas da rapadura já ralada em flocos. Maceramos novamente. Desta vez, apenas o suficiente para extrair o caldo do limão. Então incluímos o gelo e a cachaça Maria Guarda, mexendo até que o drinque fique bem homogêneo”, conta o especialista. Na decoração, a opção é utilizar a rapadura ralada e uma rodela de limão.
 

Para reproduzir a receita em casa com os destilados, o gin Paramana e a cachaça Maria Guarda podem ser encontrados em diversas lojas em Salvador, como Almacen Pepe, Perini e em diferentes capitais pelo Nordeste. Mais informações estão disponíveis nas redes sociais @cachacamariaguarda @paramanabrasil ou pelo site www.paramanagin.com.br.

Deixe seu comentário

Sem comentários, seja o primeiro.