Documentário sobre casamentos homoafetivos foi lançado em São Paulo

Notícias
17 de novembro de 2015
por Genilson Coutinho

O casamento de duas mulheres paulistanas, Fabia e Gabi, é o pano de fundo para traçar o histórico e discutir o casamento homoafetivo no país. Entre beijos, flores e cetim, as duas apresentam outras histórias de amor homoafetivas, ativistas LGBT e figuras políticas no documentário “Vestidas de Noiva”, que foi lançado  na última  sextafeira (13),  no Itaú Cultural, em São Paulo. O filme foi contemplado pelo edital ProAC 2014 para atividades culturais LGBT e produzido pela Gasolina Filmes.

“Esse é um trabalho que celebra as conquistas já alcançadas e aponta o que ainda precisa ser feito para garantir direitos iguais às famílias homoafetivas”, afirma Fabia Fuzeti, uma das diretoras e noivas do filme.

“A principal ideia do documentário é dar visibilidade à causa e diminuir o preconceito que ainda existe. Foi um trabalho de 15 meses e estamos muito felizes de vê-lo finalizado e pronto para o lançamento”, completa Gabi Torrezani, esposa de Fabia e também diretora do “Vestidas de Noiva”.

“Eu acho que as pessoas daqui a 100, 200 anos quando descobrirem que antigamente os casais do mesmo sexo não tinham o mesmos direitos civis que os demais, vão achar um absurdo”, diz o Promotor José Luiz Bednarski, que autorizou o primeiro casamento homoafetivo no Brasil em 2011 e é entrevistado no documentário.

Além do processo de casamento de Fabia e Gabi o filme traz como entrevistados André e Sérgio Moresi, o primeiro casal gay a se casar no civil no Brasil; a ex-candidata a presidência Luciana Genro; Heloísa Alves, ex-coordenadora de políticas LGBTs do Estado de São Paulo, o ativista e produtor cultural André “Pomba” entre outros.

Além da estreia de hoje, serão feitas outras exibições em ONGs LGBTs e equipamentos culturais. Além disso, mil DVDs serão distribuídos gratuitamente para ONGs e escolas públicas. Vale ressaltar que todas as exibições e atividades serão gratuitas.