Doc-Expõe atua há 21 anos com gestão cultural e documental

Cinema, No Circuito
25 de abril de 2017
por Genilson Coutinho

 

Gerenciamento de documentos e equipamento cultural: é nesse nicho que, há mais de vinte anos, a Doc-Expõe atua em Salvador. Idealizada pelos sócios Angela e João Paulo Petitinga, a empresa começou seu trabalho com gestão museológica e documental em maio de 1996 e, desde então, tem trabalhado ativamente nas duas frentes.

Desde sua criação, a empresa vem avançando significativamente. Só nos últimos três anos, ela cresceu 35% no quadro de funcionários, e teve um aumento de 10% no seu faturamento. De sua expansão até agora, a Doc-Expõe atua com concepção, projeto, execução e montagem de Museus, Centros de Cultura e demais equipamentos, seja na área pública ou privada.

Hoje, a empresa está ao lado da Prefeitura de Salvador na gestão do Forte São Diogo e do Forte Santa Maria. Ambos localizados na Barra, eles sustentam hoje respectivamente, as exposições Carybé de Artes e Pierre Verger de Fotografia Baiana, com acervo de grandes artistas que se relacionam com a Bahia.

Além disso, realiza, também em parceria com a Prefeitura, a gestão A Casa do Rio Vermelho – Memorial Jorge Amado e Zélia Gattai. Inaugurado em 2014, o espaço traz objetos que detalham a vida dos escritores, e contou com a participação da Doc-Expõe desde sua curadoria até a montagem final da exposição.

É, ainda, responsável pelo Memorial do Polo, localizado na Cidade do Saber, em Camaçari (Região Metropolitana de Salvador), e pela informatização do acervo de Divaldo Franco, na Mansão do Caminho.

Gestão Documental

 

A Doc-Expõe trabalha ativamente também com o segmento de gestão de documentos para empresas e organizações. Com consultoria especializada, a empresa utiliza recursos tecnológicos para alocar, catalogar e tornar fácil o acesso de documentos. Assim, em um cenário no qual as empresas têm cada vez mais documentos e menos espaço para seu armazenamento, a gestão documental otimizada consegue fazer com que se tenha acesso rápido ao arquivo desejado.

A ideia é realizar um tratamento eficiente para conservação, acondicionamento e manuseio do documento físico, bem como a gestão das informações do arquivo. Para isso, a Doc-Expõe realiza cinco etapas básicas na gestão: preparação, digitalização, catalogação, indexação e qualidade.

 

Em 2017, a empresa comemora seus 21 anos de atuação. Para marcar a data, serão desenvolvidas diversas ações de apoio à cultura, bem como de esclarecimento da necessidade de uma boa organização em documentos.

*As fontes da Doc-Expõe estão disponíveis para entrevistas mediante contato com a assessoria.