Diversidade musical invade festa junina no Pelô

Música, No Circuito
17 de junho de 2016
por Genilson Coutinho

Foto: Genilson Coutinho

A sanfona, o triângulo e a zabumba continuam reinando no Pelô com o autêntico forró pé-de-serra, mas isso não quer dizer que a festa não tenha espaço para outros estilos populares e inusitados. Foi o que demonstrou a noite de quinta-feira (16) dos festejos juninos.

A empolgação do público no Largo Quincas Berro D’Água marcou o show do forrozeiro Jó Miranda. Com um repertório super variado, a apresentação passou por clássicos da música nordestina, até versões em forró de sucessos da MPB, brega e samba. Tim Maia, Wando, Demônios da Garoa, Dorival Caymmi e até mesmo a turma do Balão Mágico tiveram seus sucessos reinterpretados com a roupagem do pé-de-serra. “O Pelourinho tem uma energia única e é sempre incrível tocar para essa plateia receptiva e calorosa, não importa o dia e a hora”, declarou Jó, que participa pelo sétimo ano São João do Pelô.

Além do forró tradicional, a noite no Largo Pedro Archanjo teve espaço para alguns dos ritmos que vem conquistando as festas juninas nos últimos anos. O show de Zé Honório e Banda Visgo de Jaca teve pé-de-serra, arrocha e forró eletrônico, agradando a pessoas de todos os gostos que ocupavam o espaço. “O São João é cada vez mais essa mistura, e isso é muito bom porque une todas as gerações e torna a festa maior e mais bonita”, opina a estudante universitária Ana Paula Oliveira, 23, que contou que gosta de circular por todas as praças para aproveitar mais dos festejos.

No Largo Tereza Batista, o Trio Nordestino, um dos mais tradicionais grupos de pé-de-serra do nordeste, comandou a segunda edição do Forró Oxente, que uniu convidados especiais para uma noite de festa, celebração e muita música.

A festa continua nesta sexta-feira (17), com atrações gratuitas. Diego Vieira esquenta o clima romântico no Largo Pedro Archanjo, às 19h, com o ritmo arrochadeira e mostra canções sertanejas, de forró e arrocha. Já o cantor Eugênio Cerqueira mescla sua voz marcante com os acordes da sanfona, um dos instrumentos mais fortes da música junina, no Largo Tereza Batista, às 21h. No Largo Quincas Berro D’Água o autêntico forró tradicional toma conta da festa em dose dupla. Às 20h, a banda Kimimo do Forró conquista seu espaço na festa junina com um repertório de pé-de-serra. Mais tarde, às 22h30, Jorge Gonzaga e Trio Nordestino sobem ao palco.