Dia do Orgulho Gay será celebrado em Salvador com protesto contra o projeto “Cura gay”

Sem categoria
26 de junho de 2013
por Genilson Coutinho

O Grupo Gay da Bahia (GGB) e o Fórum Baiano LGBT celebram neste  próximo dia 27, quinta feira a partir das  14h, no Campo Grande , o DIA MUNDIAL DO ORGULHO GAY/LGBT que neste ano terá como mote CURA GAY É CRIME CONTRA OS DIREITOS DO CIDADÃO! Estão sendo convocados todos os LGBT da Bahia, estudantes  e a população em geral para protestar contra o Projeto de Cura Gay, aprovado pela Comissão de Direitos Humanos e Minorias da Câmara dos Deputados sob a presidência do Pastor Feliciano.

Segundo Luiz Mott, fundador do GGB, “nos protestos pelo Passe Livre, inúmeros cartazes protestavam contra a cura gay, acusando-o de charlatanismo e por violar a Constituição que proíbe qualquer tipo de discriminação.” Recentemente, se declararam contra o projeto a Ministra Maria do Rosário dos Direitos Humanos e o Ministro Padilha da Saúde, provocando ameaças por parte do pastor Feliciano de retirar o apoio dos evangélicos  à Presidenta da República.

“Os fundamentalistas evangélicos vivem fazendo chantagem ao Governo, diz o Presidente do GGB, Marcelo Cerqueira: pressionaram Dilma para vetar o kit anti-homofobia e recentemente interferiram na campanha de prevenção para prostitutas. Assim começou o Nazismo e se não revertermos esses atentados contra o estado laico, corremos o risco de uma guerra religiosa no Brasil!”

A manifestação visa denunciar e impedir a interferência abusiva do legislativo e dos evangélicos que tentam vetar deliberações soberanas de associações científicas, como esta Resolução do Conselho Federal de Psicologia, de 1999, que proíbe o tratamento dos homossexuais como doentes. Tanto a Organização Mundial de Saúde quanto o Conselho Federal de Medicina e Psicologia excluíram desde 1985 a homossexualidade da condição de “desvio e transtorno sexual”.

“Querer curar o que não é doença é crime de charlatanismo! A homofobia sim, é uma patologia social que deve ser curada pela educação cidadã e por ações afirmativas”, lembra Wesley Francisco, Coordenador do Fórum Baiano LGBT.

O movimento LGBT de Salvador quer aproveitar a próxima manifestação do Movimento Passe Livre prevista para esta 5ª feira, realizando no mesmo espaço do Campo Grande  a celebração do Dia do Orgulho LGBT, a fim de lembrar aos participantes a importância de todos os grupos oprimidos se unirem na construção de uma sociedade mais justa, solidária e feliz, ampliando assim a discussão dos direitos dos LGBT junto aos manifestantes de Salvador.