Datena: Não podia falar de crimes contra lésbicas, gays, bissexuais, travestis e transexuais

Sem categoria
1 de agosto de 2011
por Genilson Coutinho

Durante entrevista à coluna Zapping, publicada do último sábado (30) no jornal Agora, o apresentador José Luiz Datena abriu o jogo  sobre os motivos de sua saída da TV Record e seu retorno para a Band, apenas 43 dias depois de ter sido contratado pela emissora do bispo Edir Macedo. Segundo o âncora do Cidade Alerta, é muito difícil para um jornalista trabalhar sem liberdade. Quanto à multa contratual, ainda de acordo com a coluna, Datena disse que seus advogados resolverão este problema. A multa, de cerca de R$ 18 milhões, que ele tinha com a emissora e motivou sua transferência, foi perdoada. Na Record, Datena tinha que todo dia definir suas reportagens com a alta cúpula e não podia tratar de crimes religiosos nem de crimes contra LGBTs.

Foto: Reprodução