Danilo Fonseca mescla a Bahia com São Paulo em clipe “De um céu cinza”

Música, No Circuito
29 de julho de 2020
por Genilson Coutinho

A canção “De um céu cinza” oferece um estado contemplativo e de sensibilização. Nasceu naqueles momentos de transição do céu e as cores do mar da Bahia. A faixa , uma das mais cultuadas do álbum “ Crescente”, de Danilo Fonseca acaba de ganhar um clipe com performance da atriz Adriana Gabriela Santos, que também assina a direção em parceria com Danilo.

Rodado na capital paulista, a trama conta a história de uma personagem que migrou de Salvador para a cidade grande. Em meio ao tráfego, andanças e movimentos da metrópole ela reafirma a sua crença e fé. Para Danilo “é o conto de uma pessoa em comunicação com os arquétipos, símbolos, e que tem a força de transmutar, estar em trânsito, levando as energias das águas, para o centro urbano, curando, acalmando e orientando. Uma força que pode se fazer presente em cada um de nós”, explica.

Há no clipe, uma estética associada ao famoso ‘céu cinza’ de Sampa e uma espécie de véu que traz a ideia de encantamento. “ É a representação das águas e da fluidez. Era o que faltava para ter sentido ao que estávamos propondo. No fim, estamos sentindo e transmitindo, através da música e desse clipe, essas possibilidades de força e cura presentes em nosso cotidiano”, conclui o cantor.

“De um céu cinza” tem produção musical assinada por Sebastian Notini, guitarra e arranjo de Felipe Guedes e elementos percussivos que traz a MPB de Danilo para um ambiente de World Music, com claves rítmicas afro-baianas e influência da música popular nordestina.

Este é o primeiro clipe lançado pelo artista que surgiu na cena com a indicação ao importante Prêmio Caymmi em 2015 nas categorias Melhor música e Melhor intérprete vocal. À partir de então, ele encantou no Festival Caymmi de Música e com o show “Caxo sonoro”.

A musicalidade de Danilo Fonseca chegou também aos ouvidos da lendária Mãe Stela de Oxóssi, do Ilê Axé Opofunjá. Ele foi um dos artistas que cantaram na solenidade de 100 anos do terreiro em Brasília. A energia foi tanta, que a força dos orixás segue ecoando na arte desse baiano.

FICHA TÉCNICA (MÚSICA):

Música: De um céu cinza Composição: Danilo Fonseca

Produção musical: Sebastian Notini

Violão nylon/ Voz/ Vozes: Danilo Fonseca

Baixo elétrico, Guitarra: Felipe Guedes

Bateria, percussão e efeitos: Sebastian Notini

Clarineta e Clarone: Vanessa Melo

Flauta Transversal: Elisa Goritzki

Arranjo p/ Clarineta, Clarone e Flauta Transversal: Felipe Guedes

FICHA TÉCNICA (CLIPE):

Elenco: Adriana Gabriela Santos e Danilo Fonseca

Roteiro e direção artística: Adriana Gabriela Santos e Danilo Fonseca

Figurino e maquiagem: Maria do Carmo

Direção de fotografia: Loskings

Edição: Brisa Dultra

Deixe seu comentário

Sem comentários, seja o primeiro.