Daniela Mercury abre I Seminário Comunicação, Infância e Adolescência nesta segunda-feira, em salvador

Sem categoria
20 de maio de 2013
por Genilson Coutinho


A abertura do I Seminário Comunicação, Infância e Adolescência nesta segunda-feira (20) contará com a presença da embaixadora do Unicef no Brasil, a cantora Daniela Mercury, entre outros convidados. O evento, que será promovido até a quarta-feira (22), foi idealizado pelo Instituto de Radiodifusão Educativa da Bahia (IRDEB), da Secretaria de Comunicação Social do Estado da Bahia.
O encontro, gratuito e aberto ao público, será realizado no Teatro do Irdeb, na Federação, em Salvador, reunindo representantes de instituições públicas, privadas e não governamentais que trabalham com temáticas de comunicação e de defesa ou educação a crianças e a adolescentes.
Partindo do princípio de que os meios de comunicação de massa são agentes importantes para difusão de conhecimentos e informações em sociedade, o encontro pretende discutir a produção em rádio para esses jovens. Profissionais, pesquisadores e colaboradores de cerca de 30 instituições estarão nas mesas de discussão, num total de 40 palestrantes. Destes, nove virão de outros estados para refletir, junto com a sociedade baiana, o tema Comunicação, Infância e Adolescência.
Entre os convidados, estão representantes da ANDI, UNICEF, Cedeca, Cipó/OIKabum, Avante, Midiativa, MultiRio, Catavento, Empresa Brasil de Comunicação, secretarias de Estado e universidades públicas estaduais e federais, além de jornalistas e militantes de movimentos por causas da infância e adolescência. O evento, gratuito e aberto ao público, tem abertura marcada para 19h desta segunda-feira (20). Na terça e na quarta-feira, os horários serão de 9h às 12h e de 14h às 18h. Confira a programação
Projeto de nova rádio
Com o desejo de fazer algo diretamente ligado a crianças e adolescentese analisando a relação entre estes jovens com o meio sonoro em uma sociedade com a predominânciade comunicação audiovisual, passou-se a refletir a possibilidade de empoderamento desse público por meio da crítica e da produção radiofônica.
“Pensando em como trabalharíamos com a carência de comunicação para essa faixa etária na Região Metropolitana de Salvador, resolvemos focar no projeto de uma rádio nessa direção e o projeto encantou a todos. Quando fomos pesquisar as referências para outras rádios desse enfoque no Brasil, vimos que estávamos tratando de algo inédito. Confesso que senti um frio na barriga”, conta o diretor-geral do Irdeb, Pola Ribeiro. “Então, convocamos a sociedade que vive experiências com esse público para dar sua contribuição na construção desse projeto”, completa.
A ação consiste em implantar uma rádio voltada para o público infanto-juvenil na Região Metropolitana de Salvador. A partir das discussões nesse encontro, o projeto terá seu perfil formatado com conceitos e propostas discutidas pelos agentes de instituições públicas, privadas e não governamentais e de todos os demais participantes do seminário.