Dama de Hollywood é vista como símbolo na comunidade gay

Sem categoria
11 de janeiro de 2012
por Genilson Coutinho

Muitos gays veneram Meryl Streep há anos e parece que só ela não sabia disso.

“Há pouco tempo descobri que sou um ícone gay. É fantástico. Se Margaret é ou não um ícone gay eu não sei. Essa é uma pergunta difícil para mim”, disse Meryl.

Em seu mais novo papel, a atriz interpreta a ex-primeira-ministra britânica Margaret Tatcher, política linha dura nos anos 1980, no filme A Dama de Ferro. Meryl é considerada uma das favoritas ao Oscar de melhor atriz deste ano pelo longa-metragem, que tem estreia prevista para o Brasil em 03 de fevereiro.

E um rumor causou um burburinho entre os fãs da atriz, ela foi supostamente convidada para interpretar a escritora Clarice Lispector no cinema, que também é vista como uma inspiração literária por muitos gays. A sua assessoria negou o convite para a tristeza do público que admira o trabalho dessas duas damas das artes.