CUS apresenta pesquisas durante encontro em Salvador

Comportamento, Social
30 de abril de 2018
por Genilson Coutinho

Capa do livro LGBT como pauta do jornalismo, de Eder Luis Santana. Foto: Reprodução

Quer conhecer algumas pesquisas desenvolvidas por pessoas que integram o grupo de pesquisa em Cultura e Sexualidade (CUS)? Uma boa oportunidade irá ocorrer nos dias 10 e 11 de maio, no auditório do Pavilhão de Aulas 5, do campus de Ondina, UFBA, no II Encontro do CUS (EnCUS). Serão realizadas quatro mesas, organizadas pelas linhas de pesquisa que foram criadas no final do ano passado (veja programação abaixo), e o lançamento do livro LGBT como pauta do jornalismo, de Eder Luis Santana (Editora Devires).

As inscrições são limitadas e gratuitas e devem ser realizadas pelo www.encus.ufba.br. Certificados serão concedidos apenas para pessoas inscritas pelo site.

O II EnCUS integra as atividades do Maio da Diversidade e marca também a proposta de tornar o grupo um Núcleo de Pesquisa e Extensão em Gênero e Sexualidade (NUCUS). “Com a criação das quatro linhas – artes, estudos trans e travestis, educação e lesbianidades – começamos a nos transformar em um núcleo, e não apenas um só grupo, como fomos desde a criação do CUS, há 11 anos. Agora estamos trabalhando para oficializar o NUCUS na UFBA”, explica Leandro Colling, coordenador do CUS. Na abertura do EnCUS, Colling irá apresentar a nova configuração do CUS.

Programação do II EnCUS

Dia de 10 de Maio (auditório do PAF 5, campus de Ondina)

15h – Apresentação da proposta para tornar o CUS um Núcleo de Pesquisa em Cultura e Sexualidade – Leandro Colling

15h30 às 17h15 – Mesa I – Arte, gênero e sexualidade
Coordenação: Kleber Simões
Leandro Stoffels – Transgressão e desejo no cinema queer de Gustavo Vinagre
Jorge Caê Rodrigues – Imagens dissonantes em número, gênero e grau
David Souza – Em buscas das Liliths perdidas: Xica presente!
Tiago Sant´Ana – “Teatro Kunyn, com K-Y”: uma imersão bicha nas territorialidades desejantes do Coletivo Teatral Kunyn
Alexandre Nunes de Sousa – Fábrica de heterotopias: As travestidas na cena teatral de Fortaleza

17h30 às 19h – Mesa II – Educação
Coordenação: Denise Bastos
Almerson Cerqueira Passos – Diversidade de gênero nos espaços educacionais
Desirée de Andrade Correa – A inserção das questões de gênero e sexualidade no Ensino Fundamental
Pollyanna Resende Campos – Juventudes em trânsito: conflitos e subversões do (Cis)tema heteronormativo nos ambientes familiares.

Dia 11 de Maio (auditório do PAF 5, campus de Ondina)

16h às 17h30 – Mesa III – Lesbianidades, interseccionalidades e feminismos
Coordenação: Mayana Soares
Simone Brandão – Lesbianidades e encarceramento
Thais Faria – Lesbianidades no cinema latino-americano
Luana Souza – Raça e lesbianidades no pornô na política feminista

17h30 às 19h – Mesa IV – Despatologização trans e saúde
Fran Demétrio (LABTRANS-UFRB)
Tito Carvalhal (De Transs pra Frente / Faced / Fórum sobre Desmedicalização)
Viviane Vergueiro (CUS)
Apresentação dos resultados da dissertação de Claudenilson Dias, sobre Candomblé e Transexualidade.

19h – Lançamento do livro LGBT como pauta do jornalismo, de Eder Luis Santana (Editora Devires)