CuS agora é Núcleo de Pesquisa e Extensão em Culturas, Gêneros e Sexualidades – NuCuS

Comportamento, Social
23 de outubro de 2018
por Genilson Coutinho

O grupo de pesquisa em Cultura e Sexualidade (CuS) agora é Núcleo de Pesquisa e Extensão em Culturas, Gêneros e Sexualidades (NuCuS). A mudança ocorreu na última terça-feira, dia 16 de outubro, quando a proposta foi aprovada na Congregação Ampliada do Instituto de Humanidades, Artes e Ciências Professor Milton Santos (IHAC), da Universidade Federal da Bahia.

O CuS, criado em 2007, se transformou em núcleo para abrigar quatro linhas de pesquisa: Estudos Trans, Travestis e Intersexo, Artes, Gêneros e Sexualidades, Lesbianidades, Feminismos e Interseccionalidades e Gênero e Sexualidade na Educação. A sede do NuCuS fica na sala 307 do PAF5, campus de Ondina, na UFBA.

A primeira reunião do NuCuS ocorreu na última sexta-feira, dia 19 de outubro, quando as pessoas integrantes elegeram o professor Leandro Colling para coordenar o Núcleo nos próximos dois anos. O professor Djalma Thürler foi eleito vice coordenador e o mestrando David Souza foi escolhido para ser secretário. Atualmente, o NuCuS é composto por cerca de 40 pessoas.

“Já estávamos funcionando informalmente com quatro linhas de pesquisa e extensão desde o início do ano, agora isso foi formalizado e aprovado em Congregação”, explica o professor Leandro Colling. Além das pesquisas em cada uma das linhas, o NuCuS também realiza atividades de extensão e formação. Uma dessas atividades iniciou no último sábado, dia 20 de outubro. Trata-se do Curso de Especialização em Gênero e Sexualidade na Educação, ofertado através da Capes, em parceria entre a UFBA e a Universidade Aberta do Brasil (UAB), para 225 profissionais da área da educação. O curso ocorre de forma semipresencial em cinco polos da UAB localizados em Feira de Santana, Lauro de Freitas, Teixeira de Freitas, Vitória da Conquista e Esplanada. A primeira aula presencial do curso ocorreu no polo de Feira de Santana, no último sábado.

Ao longo dos seus onze anos de existência, as pessoas que integraram o CuS realizaram uma série de pesquisas, várias delas publicadas em livros ou artigos em revistas acadêmicas. Além disso, o CuS criou e edita a revista Periódicus (https://portalseer.ufba.br/index.php/revistaperiodicus) e realizou grandes eventos, a exemplo do II Seminário Internacional Desfazendo Gênero, em 2015, e o VI Congresso Internacional de Estudos sobre a Diversidade Sexual e de Gênero da ABEH, em 2012. Para conhecer e acompanhar as atividades do NuCuS, acesse https://www.facebook.com/grupocusbahia/ . O site do grupo está em fase de reformulação e em breve voltará a estar disponível.

“Nesse momento histórico em que vivemos, é importante que a UFBA reconheça o trabalho do nosso grupo em prol do respeito à diversidade sexual e de gênero dentro e fora da universidade”, destacou Colling.