Crianças criadas por casais homoafetivos são mais saudáveis, revelou estudo

Social
7 de julho de 2014
por Genilson Coutinho

Crianças criadas por casais homoafetivos podem ser mais saudáveis que aquelas criadas por casais heterossexuais. Esta é contatação do mais recente estudo sobre o tema realizado  pela da Universidade de Melbourne, na Austrália, que entrevistou mais  315 casais gays e cerca de 500.

O resultado final sinalizou que, em termos de “saúde geral” e “coesão familiar”, crianças que são criadas por mais gays ou lésbicas estão a frente  de 6% a mais que a população australiana em geral.

De acordo com o pesquisador Simon, as crianças avaliadas pontuaram mais alto porque seus pais estão mais propensos a compartilhar igualmente as funções e responsabilidades, bem como levar à creche ou manter o sustento de casa.

“Isso aparenta contribuir para uma vida familiar mais harmoniosa e um impacto positivo na saúde da criança”, revelou ele. Simon ainda afirmou que o estigma social pode provocar impactos sobre o bem-estar social.