Coordenador da Comissão da Diversidade da OAB é encontrado morto em SP

Genilson Coutinho,
02/02/2014 | 23h02

O advogado Assis Moreira Silva Júnior, 29 anos, foi encontrado morto na tarde deste domingo (2) dentro de um carro estacionado na quadra 27 da avenida Nações Unidas. Ele era coordenador da Comissão de Diversidade Sexual da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) em Bauru.

Segundo a Polícia Militar, por volta das 15h30, o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi acionado por populares e, quando chegou ao local, constatou o óbito. A princípio, não havia nenhum sinal de violência.

Nesta madrugada, o advogado esteve no evento que elegeu a Rainha da Diversidade de Bauru. A informação é que deixou o estabelecimento por volta das 6h da manhã. Também atuava como professor de direito.

O carro foi encontrado próximo de onde ele morava. A polícia suspeita inicialmente que ele teria ido para casa dormido e saído nesta manhã quando teria se sentido mal. O advogado estava com roupa informal, usando bermuda e camiseta. A posição do carro reforça a hipótese do jovem ter se sentido mal, o veículo chegou a sair da via e subir no canteiro.

Ele era filho do advogado Assis Moreira Silva, já morto, por infarto. Ainda não há um laudo que aponte a causa oficial da morte. O corpo foi encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML). A suspeita é que tenha sofrido um mal súbito. Ainda não há informações sobre o sepultamento.

No dia 29 de janeiro, Assis escreveu um artigo de opinião, publicado no Jornal da Cidade sobre o Dia Nacional da Visibilidade Trans.

O corpo do advogado será velado no Salão Nobre 2, do Centro Velatório Terra Branca, que fica na rua Gerson França, 5-55, no Centro. O sepultamento será no Cemitério da Saudade, o horário ainda não foi definido.

Do Jcnet