“Conversas Plugadas” apresenta Carol Barreto e desfile da “Coleção Asè”

In Moda
13 de dezembro de 2016
por Genilson Coutinho

carol_barreto_conversas_plugadas

De volta a Salvador, depois de viajar à Luanda, em Angola, para apresentar o desfile da Coleção Asè, a designer de moda e pesquisadora Carol Barreto retorna ao Teatro Castro Alves para o encerramento do projeto de design desenvolvido no Centro Técnico do TCA. A estilista é a convidada do projeto “Conversas Plugadas”, que acontece na próxima quinta-feira, 15 de dezembro, às 20h, no Foyer do TCA, com entrada gratuita (sujeita à lotação do espaço). Nesse bate-papo com o público, Carol falará sobre a experiência no país africano, sua inserção num seleto grupo de estilistas internacionais, além de detalhar o processo criativo, colaborativo, os conceitos envolvidos e materiais que traduzem os discursos do seu trabalho. Em seguida, a Coleção Asè será apresentada num desfile performático ao som de trilha sonora assinada por Laila Rosa e meninas do Projeto Rum Alagbé do Ilê Iyá Omin Axé Iyá Massê – Terreiro do Gantois, sob a direção musical e Gã de Iuri Passos.

Oriunda do Recôncavo Baiano, Carol Barreto é designer de moda autoral, professora adjunta do Bacharelado em Estudos de Gênero e Diversidade – FFCH/ UFBA e doutoranda no Programa Multidisciplinar de Pós-Graduação em Cultura e Sociedade – PósCultura – IHAC – UFBA. A estilista sempre esteve atenta às temáticas relacionadas ao seu pertencimento e ancestralidade, expressando-as a partir de uma linguagem arrojada e futurista na tentativa de quebrar os estereótipos ligados à imagem das mulheres negras.

A marca Carol Barreto tem como público-alvo mulheres jovens de corpo e espírito, interessadas numa roupa semântica, que comunique sua visão de mundo e posicionamento político. A sua ação criativa nessa nova coleção revaloriza a cultura popular e, ao mesmo tempo, aponta a probabilidade de existência de um elemento mais amplo que é medido pelo valor do objeto de arte e do objeto de artesanato. “A Coleção Asè vem para manifestar o protagonismo das mulheres negras nas religiões de matriz africana. Mulheres negras que nos espaços religiosos têm garantido o seu protagonismo e autonomia, diferentemente do lugar de subalternidade que muitas ocupam cotidianamente e que nos impõe a luta constante contra o racismo”, explica a estilista.

Centro Técnico – Depois de levar suas criações para semanas de moda, galerias de arte e outros eventos internacionais – Bogotá, Chicago, Toronto, Paris e Dakar – Carol Barreto decidiu finalizar o ano de 2016 atendendo a um convite da Adama Paris Fashion Agency (a mesma organizadora da Black Fashion Week Paris, onde Carol desfilou a Coleção Vozes, em 2015) para participar do Angola International Fashion Show.

O evento aconteceu no início deste mês, na capital Luanda. Para a execução das peças da Coleção Asè a estilista construiu um laboratório criativo de costura e confecção, junto com a também designer e pesquisadora Claudia Soares – parceira há quatro coleções. O laboratório teve o apoio do Centro Técnico do Teatro Castro Alves por meio de cessão de espaço e todo apoio técnico à equipe de trabalho.

CONVERSAS PLUGADAS – Criado há nove anos pelo Teatro Castro Alves, o projeto Conversas Plugadas conta com apoio da Secretaria de Cultura (Secult/BA) e Fundação Cultural do Estado da Bahia, e tem o objetivo de promover o intercâmbio entre a sociedade e profissionais de grande excelência no campo das artes.

Ao longo desse tempo, o projeto recebeu nomes como Inês Borgéa, diretora da São Paulo Cia de Dança, a coreógrafa Deborah Colker, o escritor angolano José Eduardo Agualusa e escritor moçambicano Mia Couto, o cantor e compositor Jorge Mautner, as atrizes Claudia Raia e Luana Piovanni, o ator mexicano Chico Díaz, o diretor de teatro francês Philip Boulay, a diretora de arte Vera Hamburguer, o rapper Emicida, a jornalista e escritora gaúcha Eliane Brum, e o músico e escritor baiano Elomar, entre outras personalidades.


SERVIÇO

“CONVERSAS PLUGADAS”
Carol Barreto (designer de moda) e o Desfile da Coleção Asè
LOCAL: Foyer do Teatro Castro Alves (Pç. 2 de julho – Campo Grande)
Quando: 15 de dezembro, quinta-feira
Horário: 20h
Entrada gratuita *
* sujeita a lotação do espaço