Consagração no Prêmio Braskem de Teatro; confira os vencedores

Sem categoria
4 de abril de 2013
por Genilson Coutinho

Entre Nós  e O Segredo da Arca de Trancoso   foram os grandes vencedores dos troféus das categorias Espetáculo Adulto e Espetáculo Infanto-Juvenil, respectivamentedurante a 20ª edição do Prêmio Braskem de Teatro, a mais importante premiação do teatro baiano, que aconteceu nesta quarta-feira (3), no Teatro Castro Alves. Gordo Neto foi o vencedor do troféu na categoria Direção porDissidente, enquanto João Sanches recebeu a estatueta pelo texto de Entre Nós. O troféu da categoria Ator ficou com Igor Epifânio, pela atuação na peça Entre Nós, e Viviane Laerte consagrou-se como melhor Atriz por Dissidente.  Os vencedores das categorias Espetáculo Adulto e Infanto-Juvenil receberam R$ 30 mil, enquanto os contemplados nas outras seis categorias receberam R$ 5 mil cada.

A indicação e a escolha dos vencedores da 20ª edição do Prêmio Braskem de Teatro foi feita pela comissão julgadora composta pelo ator e jornalista Gideon Rosa, o bailarino e coreógrafo João Perene, a jornalista, produtora teatral e professora da Escola de Dança da UFBA Deolinda Vilhena e os diretores teatrais Celso Júnior e Paulo Atto.

Com o tema “Cada cena, cada canção”, o evento teve formato de concerto cênico-musical, passando em revista os últimos 20 anos do teatro baiano, com releituras das canções que embalaram a cena em nossos palcos. O espetáculo foi dirigido por Elísio Lopes Júnior e contou com os atores baianos Emanuelle Araújo, Luís Miranda e Marcelo Praddo como narradores. Os troféus foram entregues aos vencedores em grande estilo por personalidades do elenco.

José Possi Neto e Clodoaldo Lobo foram os dois homenageados na noite. Bastante emocionado, Possi Neto aproveitou a oportunidade para comemorar seus 40 anos como diretor teatral, carreira que ele iniciou aqui em Salvador. Possi Neto recebeu a homenagem das mãos da sobrinha, a cantora Luiza Possi, que veio para Salvador como convidada da organização do Prêmio Braskem de Teatro. Durante o evento, Luiza interpretou dois grandes sucessos: Lamento Sertanejo (Gilberto Gil) e Sucesso Aqui Vou Eu (Rita Lee). Considerado como uma referência em crítica teatral na Bahia, o jornalista Clodoaldo Lobo foi o outro homenageado nesta edição do Prêmio Braskem de Teatro.

No palco, um elenco de peso promoveu um encontro de jovens talentos e atores consagrados que se destacaram nestes 20 anos. O toque moderno na composição cênica foi o Mapping, recurso cênico através do qual a estrutura do TCA foi mapeada, projetando imagens para gerar resultados visuais bastante impactantes. Foi a primeira vez que este tipo de projeção foi realizado Salvador com produção local, dentro de um espaço fechado.

Alguns momentos marcantes foram lembrados durante a exibição do vídeo especialmente gravado para a ocasião, com atores interpretando alguns dos personagens mais memoráveis da história do teatro baiano nos últimos 20 anos. O curta teve direção de João Rodrigo Mattos e Lula Oliveira e produção da Doc Domas Filmes.

 

 

LISTA DOS INDICADOS E VENCEDORES

 

Prêmio Braskem de Teatro 2012 – 20ª edição

 

 

Espetáculo Adulto

Amor Barato;

Dissidente;

Entre Nós;

O Olho de Deus: O Avesso dos Retalhos.

 

Espetáculo Infanto-Juvenil

Meia Dúzia de Pepinos;

O Segredo da Arca de Trancoso;

Paparutas.

 

Direção

Cláudio Machado – O Segredo da Arca de Trancoso;

Gordo Neto – Dissidente;

Thiago Romero – Breve Outono Inverno.

 

Ator

Cláudio Machado – O Segredo da Arca de Trancoso;

Daniel Moreno – Ovo e Vice e Versa;

Igor Epifânio – Entre Nós;

Lúcio Tranchesi – Salmo 91;

Urias Lima – Amor Barato.

 

Atriz

Andrea Elia – O Sumiço da Santa.

Denise Correia – O Sumiço da Santa;

Lia Lordello – Tome Isto ao Coração;

Neyde Moura – O Olho de Deus: O Avesso dos Retalhos;

Viviane Laerte – Dissidente.

 

Texto

Entre Nós – João Sanches;

Meia Dúzia de Pepinos – Jones Motta;

O Olho de Deus: O Avesso dos Retalhos – Sônia Robatto;

Olorum – Gildon Oliveira;

O Sumiço da Santa – Claudio Simões.

 

Revelação

Bruna Scavuzzi (pela atuação no espetáculo SMS: A Saga da Memória Soteropolitana);

George Wladimir (pela direção do espetáculo Mar Morto);

Laís Machado (pela atuação no espetáculo O Sumiço da Santa);

Tato Sanches (pela atuação no espetáculo Dissidente).

 

Categoria Especial

Jarbas Bittencourt e Ronei Jorge (pela trilha sonora de Amor Barato);

Márcio Meirelles (pela cenografia de Drácula)

Ricardo Caian (pela trilha sonora de Dissidente)

Rino Carvalho (pelo figurino de Amor Barato)

Rodrigo Frota (pela cenografia do espetáculo Dissidente).