Conferência Estadual LGBT vai até este domingo

Sem categoria
23 de outubro de 2011
por Genilson Coutinho

Teve inicio ontem 21 e segue até amanhã, 23 no auditório principal do hotel Sol em Patamares a II Conferência Estadual LGBT evento que tem como finalidade sistematizar as propostas para a promoção da cidadania, cultura e direitos humanos dos LGBT do Estado indicadas pelas quatorze territoriais realizadas nesse semestre na Bahia.

O professor Ricardo Santana um dos facilitadores do evento estadual considera que este é um momento importante para o fortalecimento da luta na Bahia “Daqui vão sair propostas que servirão de base para a construção da política LGBT na Bahia”, declarou ao tempo que considera o governo muito lento na implementação dessas indicações, feitas desde a I Conferência a dois anos passados, e ainda em sua opinião pouca coisa mudou, ao contrário a homofobia tem sido algo real e a Bahia tem se destacado nesse ponto.

O professor Santana relatou divesros casos graves de homofobia na Bahia, destacou a morte de um gay por um policial militar no banheiro da Estação da Mussurunga por motivo de resistência a prisão. O Grupo Gay da Bahia (GGB) protocolou pedido de abertura de processo na Corregedoria das Policias para averiguação do caso ainda sem resposta da Corregedoria.

De acorco com Luiz Mott um dos conferencistas da noite de ontem o governo tem uma divida histórica com os LGBT na construção da política. “É preciso criar meios de combater o preconceito, através da instituição de órgão dentro do governo que faça isso” disse Luz Mott, decano do movimento homossexual brasileiro na mesa de abertura, junto ao Secretário Almiro Sena da SJCDH e de Keyla Simpson da Associação Brasileira de Gays, Lésbicas e Travestis (ABGLT).

O momento de emoção hoje foi protagonizado pela palestrante Cida Tripodi da Secretaria de Estado de Justiça, Cidadania e Direitos Humanos (SJCDH). Emocionada ela destacou a presença da professora Ivete Sacramento ex-Reitora da Universidade Estadual da Bahia (UNEB) e atual Superintendente de Direitos Humanos da Secretaria da Secretaria de Estado de Justiça, Cidadania e Direitos Humanos. Após terminar sua apresentação ela de forma simbolica entregou a bandeira LGBT à professora que recebeu também muito emocionada aos aplausos dos conferencistas que se levantaram em homenagem á professora.

O dia de domingo vai ser reservado para a escolha dos representantes da sociedade civil e poder público da Bahia que irão a Brasília representar o Estado na II Conferencia Nacional em dezembro próximo. A II Conferência é uma realização do Governo da Bahia autorizado por decreto do Governo Federal que determina a todos os Estados Brasileiros que realizem o evento de cidadania .

Fonto: Reprodução