Concurso vai escolher a drag mais talentosa da Bahia

Notícias
13 de maio de 2019
por Genilson Coutinho

Beatrice Fonseca Imperial

Brenda Sales

Movimentando o cenário do transformismo de Savador, o concurso Talento Marujo, começou em 2011. Na época, a proposta era de revelar a artista que representaria O Bar Âncora do Marujo, temporada em que premiou Ayana Vitoria (@eyshilla_butterfly).

Desde então, outras 7 drag queens foram premiadas, entre elas Ferah Sunshine (@ferahsunshine) e Nina Codorna (@ninacodorna), que juntas acumulam mais de 16 mil seguidores no instagram.

Em 2013, o concurso já ocupava seu espaço e apresentou em seu casting artistas iniciantes e outras já consagradas. Aqui, faz-se menção a icônica performance de Mitta Lux, com o musical “O Rei Leão”. Foi nessa temporada que Ferah Sunshine recebeu seu título.

A edição de 2016 é marcada, pela primeira vez, com a presença de uma mulher cisgênera, a Nágila Goldstar, que se tornou a Talento Marujo 2016, numa final cujo tema foi Religiões. Em 2018, outra mulher cis disputou o título, a Frutífera Ilha, mas quem levou o prêmio foi Jezebel.

Neste ano, a apresentação do concurso está por conta de Beatrice Fonseca Imperial que recebe os jurados: Ela Vargas, referência na dublagem em Salvador; Dion Santtyago,  Isaac, diretor teatral e integrante do Coletivos das Liliths; e Leandro Santolli, também diretor e produtor teatral.

Em entrevista ao Dois Terços, Beatriz Fonseca comenta: “Há uma maturidade estampada nesta edição. A forma como as candidatas e a cena LGBTQI+ olham para o concurso é outra. Nós somos uma espécie de formação para esses talentos desabrocharem”.

“É incrível ver a arte drag queen e king crescendo e o Talento Marujo se juntando a grandes concursos da cena local para contribuir com esse crescimento”, acrescenta.

Já Alexandre Dias , que interpreta a personagem Ela Vargas, contou aos Dois Terços  como foi chamado para ser jurado fixo. “Eu participei do concurso Talento Marujo em 2017, chegando na final. Depois disso, participei de outros concursos na cidade, mas sempre presente no Âncora do Marujo. Com essa experiência e proximidade com Bia Mathieu, a apresentadora, começou a surgir conversas onde eu ofereci meu apoio na produção do projeto desse ano. Assim, fui me envolvendo cada vez mais e Bia me chamou para me tornar jurado fixo”, comenta.

Perguntado sobre como atuará no concurso, ele diz “Tentarei puxar a imparcialidade e seriedade em todos os outros jurados fixos -Dion Santtyago, Leandro Santolli e Georgenes Isaac – além dos convidados que farão parte da mesa em todas as semanas”.

gaAlexandre Dias/ Ela Vargas

Agora, 15 Drags estão disputando o prêmio em dinheiro, além do título, faixa, troféu e figurino. As eliminatórias acontecem no palco do Âncora do Marujo, na Av. Carlos Gomes, sempre a partir da meia-noite. As tarefas ocorrem todos os sábados, com exceção do dia 18 de maio. Nesta primeira fase, a cada semana 4 candidatas recebem uma tarefa e disputam por uma vaga na semifinal.

Nesse sábado (11), o tema é “festas populares do Brasil”. As três eliminadas da noite podem retornar ao concurso em repescagem. As entradas custam R$ 5,00. Entre as candidatas na competição estão: Babi Lon Labatut, Saphyra Luzz, Tyna Vhermont, Olympia, Taylor Fox, Natha Sympson, Mary Jane Beck, Karmaleoa, Hillory Delabouch, Helena Maldita, Jasmine Petrovick, Beatrice Papilon, Alice Colucci, Alice Bekker e Lunna Ice.

Brenda Sales, colaboradora do Dois Terços.